• Postado por Tiago

Um homem não identificado, aparentando ter entre 30 e 35 anos, foi assassinado na noite de quarta-feira, por volta das 21h30, na rua Alfredo Eicke Júnior, em Itajaí, com nove facadas, sendo três nas costas, cinco no pescoço e uma no braço. O corpo foi levado na tarde de ontem para os tanques de conservação em formol da Universidade do Vale do Itajaí (Univali), porque as geladeiras do IML peixeiro não estão funcionando. Para os técnicos do IML, a vítima usou o braço pra tentar se defender.

Testemunhas contaram à polícia que três homens tavam discutindo na calçada, mas o bate-boca logo virou pancdaria das brabas. Um dos vadios puxou uma faca e começou a furar a vítima. O coitado não resistiu aos ferimentos, e partiu desta pra uma melhor. O povão chamou a polícia, mas quando os homisdalei apareceram por lá não tinha nem rasto dos outros dois envolvidos na pendenga.

A polícia acredita que o assassinado foi um acerto de contas do tráfico de drogas. A vítima é um homem branco, magro, com cerca de 1,75 metro de altura e tatuagens no braço..

O caso tá sendo investigado pelos tiras da polícia civil peixeira, mas esbarra na falta de pistas. O povão do bairro, que chamou a polícia, resolveu fazer boca de siri e não deu qualquer tipo de informação que possa ajudar a polícia a chegar nos assassinos.

  •  

Deixe uma Resposta