• Postado por Tiago

INTERNA_13_abre_homem-tem-ataque-passa-mal-na-frente-do-marieta---foto-Felipe-VT-00-(4)

Médicos e enfermeiros passavam pelo corpo estendido e ficavam no nem te ligo

Uma situação no mínimo revoltante rolou no início da tarde de ontem, em Itajaí. Um homem, que trampa como guardador de carros no centro da city, sofreu um ataque na calçada do hospital e maternidade Marieta Konder Bornhausen e ficou estarrado no chão como um cachorro sem dono, sem receber atendimento. Por aproximadamente uma hora, nenhum médico ou enfermeiro do Marieta apareceu pra prestar auxílio ao coitado. O Samu foi acionado e também não pintou por lá.

Pouco antes das 14h, o guardador, que é um homem branco, magro e usa barbas, teve um ataque. O coitado caiu estatelado exatamente ao lado da cancela do estacionamento dos médicos e a menos de 10 metros da porta de entrada do hospital público que é tocado por uma irmandade de freiras, na avenida Marcos Konder, centrão da cidade. ?Acho que foi epilepsia?, disse uma pessoa que testemunhou o ataque.

Depois que passou a convulsão, o homem ficou desmaiado. Os olhos do coitado estavam virados e ele respirava afobadamente. ?Meu Deus, coitado!?, disse uma jovem, que parou pra perguntar se poderia ajudar.

O DIARINHO foi chamado pelo povão e foi ao local. A reportagem viu vários médicos e enfermeiros passarem pelo corpo estendido na frente do hospital, sem sequer darem um olhar de compaixão. Quando avistou uma freirinha atravessando a avenida Marcos Konder, a equipe do DIARINHO a abordou e comunicou o caso. A irmã ficou de chamar um médico, mas 15 minutos se passaram e nada de aparecer o socorro.

Foi um guardinha gente boa da Codetran quem parou e ligou pra deus e o mundo, pra tentar ajudar o homem caído. O programa de Orientação ao Migrante (POM) da prefeitura chegou às 14h40, mas o homem não estava mais lá.

Uma telefonista disse que informações só poderiam ser repassadas pelo setor de comunicação, que funciona apenas pela manhã. Afirmou ainda que não tinha autorização de repassar a ligação pra ninguém da administração. Quatro tentativas de contato foram feitas com a assessora de imprensa do Marieta, Roberta Ramos, mas o telefone celular estava desligado.

Samu mandou taxista se virar

O taxista Flávio Luiz de Lima, 39 anos, era um dos mais revoltados com o caso. Ele contou que assim que viu a vítima tendo o ataque, ligou pro Samu. ?Uma médica me atendeu e disse que a ambulância estava muito longe e que era meu dever de cidadão levar o paciente até pronto-socorro. Como eu iria levar, se eu nem sabia o que ele tinha??, disse, indignado.

Rose Mari de Almeida, coordenadora de enfermagem do Samu estadual, não tava sabendo do caso, mas ficou de verificar o que exatamente ocorreu.

Saiba como denunciar

O povão que não anda satisfeito com os serviços médicos da city peixeira pode reclamar pro conselho Municipal da Saúde. Todas as primeiras segundas-feiras do mês, a partir das 19h, rolam as reuniões do conselho. ?A nossa maior intenção é construir uma saúde justa pra população?, diz João José da Silva, presidente do conselho.

Todas as denúncias feitas são repassadas para a secretaria de Saúde da prefa, e os conselheiros ficam em cima pra saber que providências foram tomadas.

  •  

Uma Resposta to “Homem tem ataque na frente do Marieta e ninguém aparece pra atender”

  1. jader Diz:

    Sobre o caso do Sr que cai em frente ao Marieta, o que eu quero dizer ao Sr João Jose da Silva, presidente do conselho que quando um ser humano cai, desmaia ou outro problema não avisa nem acontecem nas 2º terças, e quanto a irmã freira ver e não dar bola isso é p/ mostrar que não adianta anadarem com toda pompa de capucho mais o lado humano nadica de nada. meus amigos salve-se quem puder.

Deixe uma Resposta