• Postado por Tiago

A puliça Civil de Balneário Camboriú tá à cata do dono de um número de telefone de Brasília (DF), de onde teria saído uma ligação pro vereador José Hannibal (PP) recheada de ameaças. O edil acredita que tá sendo vítima de uma perseguição por conta da votação de projetos de interesse da prefa e registrou um boletim de ocorrência sobre a treta. “Já avisei à polícia e vou procurar o Ministério Público e a justiça”, carcou o edil.

O telefonema rolou na sexta-feira, às 14h30. “Era um número com prefixo 61, que é de Brasília”, diz Hannibal. Uma voz de mulher teria dito que ele cutucou a onça com vara curta, e ameaçou fuçar toda a vida do vereador e a jogar na capa de um jornal que circula na city.

O caso tá nas mãos do delegado Arthur Nitz, da depê da Maravilha do Atlântico. Ele comentou que os tiras tão tentando identificar a quem pertence o número de onde saiu a chamada. Caso Hannibal decida denunciar a tal mulé que fez a ligação, será aberto um inquérito pra seguir com as bizolhadas.

O vereador diz acreditar que o telefonema suspeito tem alguma coisa a ver com o fato de ele discordar de uns projetos encaminhados pela prefa. “Principalmente a Guarda Municipal e os banheiros nos quiosques”, afirma.

Tirando da reta

O vereador Claudir Maciel (PPS), que é líder da turma do prefeito Edson Periquito (PMDB) na câmara, jura que o tal telefonema não partiu de ninguém ligado à prefa. “O governo não tem nada a ver com isso”, garantiu.

Ele estranhou que Hannibal tenha ligado a ameaça aos projetos pros quais fez beicinho

  •  

Deixe uma Resposta