• Postado por Tiago

A senadora Ideli Salvatti (PT) participou do manifesto pela sobrevivência de Itajaí. A petista só não contava que a sua aparição junto ao vereador peixeiro Níkolas Reis (PT) seria tumultuada. Ela chegou a ser vaiada por alguns manifestantes quando subiu no carro de som.

Os estudantes que participavam do protesto aproveitaram a oportunidade pra lascar o pau no senador José Sarney (PMDB), que é amiguinho de Ideli em Brasília. Quando a senadora colocou o pé na praça da Igreja Matriz, uma musiquinha pra lá de insinuante começou a ser cantada pela gurizada. “Passou, passou, passou um avião e nele tava escrito que o Sarney é um ladrão”.

A recepção não agradou a senadora petista, que logo lascou uma resposta daquelas. “Se eu estou aqui pra ajudar e vocês acham que não é necessário, eu vou embora. Eu acho que o que interessa aqui é o porto, que põe a comida na mesa de vocês, e não o Sarney, não é mesmo?”, disse.

Já com os ânimos contidos, o protesto seguiu com as novidades contadas pela senadora. Ideli começou falando que, na quinta-feira, o exército entregou ao ministro da secretaria de portos, Pedro Brito, o relatório da visita feita no berço destruído do porto de Itajaí. No documento, segundo a petista, consta que não é necessário o estaqueamento de 50 metros de profundidade pra fazer a reconstrução. Com isso, o aditivo também não se torna necessário. “Não tenho dúvida que a vinda do exército é a melhor saída, até porque no relatório deles diz que o recomeço das obras tem que ser imediato, porque a qualquer chuva forte os outros dois berços também podem ser danificados”, conta, avisando que na semana que vem a decisão do perrengue deve sair.

Sobre o rolo envolvendo a mão-de-obra peixeira no terminal de Navegantes, a senadora disse que a solução do impasse será informada também na semana que vem. “Na terça-feira a Antaq [Agência Nacional de Transportes Aquaviários] vai decidir o que será feito em relação ao caso, até porque já existe o relatório dizendo que a Portonave está dentro da área do porto organizado. E na sexta-feira o presidente da Antaq vem pessoalmente à Itajaí informar o resultado”.

Depois das boas notícias, Ideli cobrou agilidade do porto peixeiro nas negociações comerciais e, por incrível que pareça, saiu aplaudida pelas mesmas pessoas que a variam no início de seu discurso.

  •  

Deixe uma Resposta