• Postado por Tiago

A polícia de Navegantes identificou sexta-feira o assassino do carioca Artur da Rosa Brandão, 19 anos, morto com dois tiros à queima-roupa, dia 15 de agosto, num crime que pode ter começou a ser tramado no orkut. O garotão foi assassinado por Rodrigo de Oliveira Teixeira, 19, o Digo, que se apresentou à polícia acompanhado da mãe e de um advogado. Como tem bons antecedentes e endereço fixo, Rodrigo vai responder em liberdade.

Para a polícia, Digo disse que não se apresentou antes porque tava com medo da família da vítima. A família de Artur da Rosa tava se mobilizando pra contratar uma investigação particular pra ajudar a polícia a botar o assassino atrás das grades. A decisão da família foi acertada pouco depois da missa de sétimo dia, mandada rezar no Rio de Janeiro, terra natal de Artur. Os pais do guri assassinato, Remilson Vieira Brandão e Juliana Pereira, devem chegar hoje a Navegantes, atrás de mais informações sobre a investigação.

A polícia apurou que Rodrigo estaria mandando mensagens para a namorada de Artur através do Orkut. Ao descobrir a possível traição, a vítima teria chamado Rodrigo pra briga. Os dois se encontraram sábado, dia 15, e durante a briga, Artur teria apontado uma arma para Rodrigo. O assassino contou à polícia que na confusão bateu com o capacete na mão de Artur, que deixou a arma cair no chão. Ele foi mais rápido, pegou a arma e atirou na vítima, que morreu na hora.

  •  

Deixe uma Resposta