• Postado por Tiago

Na série Nota por Nota o DIARINHO mostra pra você as principais mudanças no novo dinheiro. Já foram apresentadas as roupinhas das cédulas de R$ 100, R$ 50 que já estarão na praça a partir de junho deste ano, além da cédula de R$ 20. Pra não virar vítima dos sacanas que vão aproveitar essa mudança pra espalhar dinheiro falso, recorte as dicas e guarde-as sempre à mão.

A nova cédula de R$ 10 tem prazo previsto pra rodar na mão dos brasileiros somente no primeiro semestre do ano que vem, junto com a nota novinha de R$ 20. Assim como as demais, ela manterá a mesma tonalidade e o mesmo bicho símbolo da atual. Ou seja, terá um tom levemente avermelhado e com a arara estampada numa das suas faces. Os 10 mangos terá a marca d’água, que é aquela imagem fantasma que a gente vê quando bota na contraluz, com a figura da arara.

O tamanho da cédula muda. Terá ainda a mesma altura [6,5 centímetros], mas ficará cinco milímetros fina. Passa dos 14 centímetros para 13,5.

Outra novidade é que a imagem latente será agora formada pelo valor da nota e não mais pelas letras B e C, que significam banco Central. Isso vale para todo o dinheiro novo.

A imagem latente é um dos itens de segurança mais importante da nota e, assim como o tal selo holográfico, é difícil de ser reproduzida pelo falsário. Nas cédulas novas, vai ficar do lado direito, bem ao lado da efígie. No dinheiro que ainda circula, fica no canto inferior esquerdo. Para vê-la tem que ser preferencialmente de dia e sob luz forte. Basta botar a nota na altura dos olhos, na posição horizontal, que a imagem latente aparece.

  •  

Deixe uma Resposta