• Postado por Tiago

Um pai de família de 27 anos levou um balaço na cabeça quando tomava uma cervejinha num bar de São José, na Grande Floripa, terça-feira à noite. O coitado foi atingido por uma bala perdida que sobrou de uma troca de tiros entre um ladrão de carro e os meganhas. Os milicos tavam perseguindo, em alta velocidade, uma caranga roubada em Palhoça.

Os bombeiros chegaram pouco depois pra prestar socorro ao Samuel Sebastião Virres, que levou o tirombaço certeiro. Apesar do esforço dos vermelhinhos, Samuel não resistiu e morreu no local. O moço trampava fazendo sanduíches naturais pra ganhar uma grana e ajudar a sustentar a mulher e o filho de cinco anos. O cara não tinha nada a ver com a história do tiroteio, mas estava no local e na hora errada depois do trabalho.

A história toda começou quando Robson Correa Borges, 21, saiu do trampo na Palhoça. Como os busões tavam de greve, ele se achou no direito de roubar uma caranga pra voltar pra casa em São José.

Quando passava pelo bairro Flor de Nápoles, os meganhas avistaram o Gol branco dirigido pelo safado, que já era manjado por aquelas bandas. Como já tinham recebido um plá da depê da Palhoça, não tiveram dúvida de que Robson tava de sacanagem. Como o bandido não desacelerou, os meganhas começaram a atirar e acabaram acertando a pessoa errada.

  •  

Deixe uma Resposta