• Postado por Tiago

A novela da doação de um terreno para construção da agência do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) em Navega acabou ontem pela manhã. Os engenheiros de INSS reavaliaram o terreno concedido pela prefeitura e aprovaram o local. O pedaço de terra tinha sido reprovado pelos técnicos em junho.

A prefa informou que não tinha mais terrenos disponíveis e, para não perder a boquinha, o prefeito de Navega prometeu fazer melhorias no local, como pavimentar a rua, instalar a rede elétrica de alta tensão e o esgoto.

O governo federal liberou grana para construção de agências em todo o país. Na região, Navega e Penha foram contempladas e teriam que entregar os terrenos até dia 31 de maio. A capital do marisco se adiantou, mas Navega ficou de enrolação desde o início do ano.

Primeiro, a prefeitura fez os técnicos do INSS analisarem um terreno bonitão no centro. Quando foram passar a escritura para o INSS, descobriram que a terra era na verdade de uma associação de trabalhadores.

Com a demora para encontrar um novo terreno, o gerente regional do INSS, Alvaro Anderson, conseguiu prorrogar o prazo para a entrega. Na metade de junho, a prefa apresentou o terreno na Meia Praia. Os técnicos não aceitaram porque a rua não é nem pavimentada e o local não fica no centro, o que é exigência.

Como a prefa navegantina não tinha mais terrenos, Alvaro Anderson conversou com o pessoal da central do INSS em Floripa e conseguiu que uma nova avaliação fosse feita, pois Navega é um ponto estratégico para desafogar o atendimento da agência de Itajaí.

Ontem pela manhã o gerente regional, engenheiros do INSS, o prefeito Bob Carlos (PSDB) e sua assessoria se encontraram na Meia Praia. Alvaro Anderson conta que os engenheiros deram o canetaço positivo porque o prefeito jurou de pés juntos que vai cumprir todas as exigências propostas. Quanto ao fato do terreno não ser no centro, Alvaro conta que o INSS avaliou que a área tá em expansão e fica num ponto favorável, pertinho da praia.

  •  

Deixe uma Resposta