• Postado por Tiago

A banda Renascer de Barra Velha vai ter plateia garantida na cadeia pra fazer seus showzinhos meia-boca. O difícil é saber se o público reservado tá disposto a ouvir o som que eles fazem. O último integrante da trupe foi preso na tarde de ontem no bairro São Cristóvão, em Barra Velha. Os outros quatro músicos da banda também já estão presos.

A polícia descobriu que os caras torturaram e mataram o pedreiro Jairo Alves da Silva, 36 anos, conhecido como Índio, na madrugada de 1º de maio. Os tiras da terra do pirão acreditam que o bárbaro assassinato foi motivado porque Jairo pediu uma motoca emprestada para um dos assassinos e não a devolveu. Gilberto Mellies, 38 anos, Thiago Michel da Costa, 23 e Luís Fernando Mellies, 28, foram presos durante uma operação realizada em Luís Alves, com a participação das polícias civil e militar. O trio tava na casa de parentes, na SC-413. Na madrugada de sábado, Messias Gonçalves, 22, que também faz parte da banda foi preso em São Francisco do Sul, e ontem à tarde a casa caiu pra Marcelo Mellies, 25, que escapou do primeiro bote. Agora a banda tá completa atrás das grades.

Os cinco tão guardados na depê de Barra Velha. A polícia ficou sabendo do desaparecimento de Índio na quinta-feira, 30 de abril, depois que a muié do cara foi chorar as pitangas pros tiras, reclamando do desaparecimento do coitado. Ela tinha passado a noite fora e quando retornou encontrou a casa toda revirada, com manchas de sangue por tudo quanto é canto. Na sexta, o corpo do pedreiro foi encontrado estrebuchado num matagal do Sertãozinho, com dedos e pulsos quebrados. A polícia já sabia que Índio era usuário de drogas e não tinha devolvido uma motoca que tinha pegado emprestada com um dos caras da banda, há uma semana.

Na noite do crime o pessoal da Renascer foi visto saindo da baia do pedreiro. Com base no testemunho dos vizinhos, a dona justa expediu um mandado de prisão preventiva pros integrantes da banda. No sábado a puliça foi a São Chico, mas só encontrou Messias. Os tiras iam dar o atraque num bailão em Aurora, no Alto Vale do Itajaí, no final de semana, mas a banda acabou cancelando o show.

Revolta

Com a prisão da trupe, os enjaulados da delegacia de Barra Velha ameaçaram se rebelar na segunda-feira. A bandidagem não queria a entrada de três novos detentos na cela superlotada da delegacia. Os tiras tiveram que pedir o apoio dos milicos pra invadir as celas e conter os ânimos dos revoltados. Na confusão, um dos presos levou um tirombaço no braço. Atualmente, a delegacia de Barra Velha tem 29 presos, mas a capacidade é para quatro pessoas.

Os tiras da depê explicaram que dois agitadores começaram a confusão quando ficaram sabendo da entrada de mais presos. A jaula passou por uma operação pente-fino e foram encontrados quatro estiletes.

  •  

Deixe uma Resposta