• Postado por Tiago

INTERNA-BAIXO-PAG-22---s---cimed-x-coc-colombia---sul-americano---foto-cristiano-andujar

Manezinhos querem comemorar mais uma vitória

A Cimed/Malwee atropelou todos os seus adversários até aqui na Superliga masculina de vôlei. E o time manezinho entra em quadra neste sábado, às 20h30, contra o Vôlei Futuro, pra arrancar mais um resultado positivo em casa. Mais do que a sexta vitória seguida, a equipe do técnico Marcos Pacheco pode sair do ginásio Capoeirão com a liderança isolada.

Com quatro sets perdidos até agora, a Cimed precisa torcer pra que o líder Sesi, de São Paulo, que joga às 10h de hoje, contra o Álvares/Vitória, fora de casa, perca ou vença a partida tomando dois sets do adversário. O time paulista lidera porque levou apenas três sets em cinco jogos. Isto quer dizer que, além de secar os rivais de Sampa, Bruninho e Cia. têm que ganhar por 3 a 0 pra assumirem a ponta.

Na última quinta-feira, pela quinta rodada, a Cimed não tomou conhecimento do Lupo/Náutico e atropelou o time paulista com parciais de 25/16, 25/23 e 25/18. Mesmo invicto, o levantador Bruninho alerta sobre o jogo de hoje. ?O Vôlei Futuro é um time jovem, que vem dando muito trabalho nos últimos anos. Será um jogo perigoso. Temos de ficar atentos?, diz o levantador.

Blumenau vence a primeira

Depois da primeira vitória na Superliga masculina, o Barão, de Blumenau, ganhou confiança pro jogo deste sábado, às 19h, no Galegão, contra o Lupo/Náutico. Na quinta-feira, os alemons venceram o Vôlei Futuro por 3 sets a o, em 1h30, com parciais de 25/22, 25/19 e 25/23. O time subiu pra 12ª posição, com seis pontos.

Vitória e derrota das minas

O primeiro jogo das garotas do Pauta/São José fora de casa não foi nada bom. Contra o Usiminas, em Belo Horizonte, as manezinhas levaram uma surra de 3 a 0, com parciais de 25/17, 25/18 e 25/18. Elas voltam à quadra hoje pra enfrentar o Mackenzie, também em Minas. Na quinta-feira as mineiras também perderam, pro Cativa, time catarina que é de Brusque e Pomerode. Foi a primeira vitória das marrecas-alemoas.

  •  

Deixe uma Resposta