• Postado por Tiago

abre_carros-caninana_foto-felipe-vt-(1)

Queda no preço dos seminovos ajudou a baixar o IPVA na Santa & Bela

A secretaria da Fazenda de Santa Catarina anunciou que o valor do imposto sobre Propriedade Veículos Automotores (IPVA) para carangos, motocas e caminhões usados emplacados no estado ficará mais barato em 2010. A redução pode chegar a 15%, dependendo do ano e do tipo de veículo.

O imposto é calculado com base no valor de mercado do possante, da cabrita ou do brutus. A tabela que define as alíquotas para cobrança do IPVA não mudou. Carros de passeio e utilitários, como as caminhonetes, continuam pagando 2% e caminhões, motocas e veículos para locação 1%. O que mudou foi a tabela de preços de cada um deles.

A redução do IPVA para o ano que vem tem a ver com a brochada no preço dos carangos usados. Estudos da fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), do governo federal, apontam que o valor de mercado dos seminovos caiu em média 6,65% de 2009 para 2008. Isso fez com que a secretaria da Fazenda reeditasse a tabela do valor venal dos veículos, jogando seus valores para baixo.

Para alguns casos, a diminuição vai fazer diferença no bolso. Um pobre remediado, que tem um Paliozinho 1.3 ano 2005, esse ano teve que pagar R$ 524,92. No ano que vem, desembolsará de IPVA R$ 450,58. Esses mais de 70 contos representam uma redução de 14,22% no valor do imposto.

Em outros casos, a diferença vale pouco mais que duas cervejas. Um bom exemplo é de uma Titanzinha 150 com partida elétrica, 2005. Esse ano, o dono desembolsou R$ 53,06 de IPVA. Pro ano que vem, vão bastar R$ 44,85. Uma queda no preço de 15,5% mas que, no valor absoluto, é de apenas oito reaizinhos.

Metade da grana vai pra cidade

Até outubro, três milhões 137 mil e 431 veículos haviam sido licenciados em Santa Catarina. Algo em torno de dois milhões deles pagaram o IPVA. O restante tem algum tipo de isenção, como viaturas do corpo de bombeiros e de entidades como a Apae.

Até outubro deste ano, o governo do estado arrecadou R$ 719 milhões com o imposto. O valor foi 16% maior do que entrou de IPVA no mesmo período do ano passado. Para o ano que vem, mesmo com a redução na tabela de valor venal de carangos, motocas e caminhões, a previsão de arrecadação é de R$ 870 milhões.

Santa Catarina é um dos poucos estados do Brasil que não dá desconto pra quem paga o IPVA em parcela única. Em compensação, tem as menores alíquotas do imposto do país. Enquanto aqui o dono de um carrinho de passeio paga 2% do seu valor, um gaúcho paga 3% e um paulista 4%.

A alíquota baixa é um dos motivos apontados para a baixa velhaquice do IPVA na Santa & Bela. ?Em 2008 o índice de inadimplência foi de apenas 2,8%?, informa Nilson Scheidt, gerente de arrecadação da secretaria da Fazenda.

  •  

Deixe uma Resposta