• Postado por Tiago

A ginástica peixeira tá parecendo o futebol brasileiro, que cada vez que perde um jogador pro exterior, lança outro jovem ainda mais promissor. Com a ida de Fabio Luis pro Canadá, onde vai brilhar na equipe do Cirque du Soleil, agora a city vê em Juliano Leal, de 18 anos, a mais nova esperança na modalidade.

Junto com o técnico Marcelo Coelho, o carinha teve no DIARINHO pra mostrar suas últimas conquistas: as medalhas de prata e de ouro conquistadas com a equipe de São Caetano/SP no campeonato brasileiro juvenil, que rolou em Curitiba no último fim de semana. “Foi legal a experiência, nunca tinha competido no profissional”, diz Juliano, que agora parte pras competições no adulto, já que passou da idade.

Há três meses no ABC paulista, Juliano, atual bicampeão dos Joguinhos Abertos e que treina há nove anos em Itajaí, vai pros Jogos Abertos de Santa Catarina atrás de mais medalhas. “Ele vai fazer frente nos Jasc e vai brigar por sete medalhas”, garante o técnico Marcelo Coelho, que vai além. “Se tudo der certo, em dois anos ele tá na seleção brasileira”, acredita o treinador.

Sucessor do bicampeão

O ginasta peixeiro agora tem outro desafio pela frente: ser o sucessor de Fábio Luis, bicampeão individual dos Jogos Abertos. Como agora só vai competir no adulto, Juliano não vai ter mais moleza. Além disso, ele tem outro sonho. “É uma honra ser o sucessor dele (Fábio). A meta agora também é ir pro Cirque du Soleil”, garante.

  •  

Deixe uma Resposta