• Postado por Tiago

Ecoponto recolhe e manda pneus pra serem queimados no Paraná

O leitor Allan, preocupado com os casos de dengue durante o verão em Itajaí, procurou o DIARINHO pra denunciar um terreno na rua Antônio Aires dos Santos, esquina com a Cargelino Francelino, no bairro São Vicente, lotadaço de pneus velhos e que poderiam estar sendo criadouros do mosquito maledito. O DIARINHO foi até o local indicado pelo leitor pra dar uma bizolhada na situação e acabou descobrindo que lá funciona um ecoponto, ou seja, um lugar autorizado pela prefeitura a recolher os pneus velhos da cidade.

O terreno é de seu Orlando Peiritz. Ele diz com orgulho que a secretaria da Saúde nunca encontrou nenhum foco de dengue no terreno, pois toma cuidados pra evitar o mosquito. Os pneus velhos que seu Orlando recebe são levados pra cidade de Rio Branco do Sul, no Paraná, onde são queimados.

O ecoponto do São Viça é o único de Itajaí. Em média 300 pneus são carregados em duas carretas e levados ao Paraná. O proprietário do terreno explica ao leitor Allan que além dos pneus não permanecerem por muito tempo no local, os menores são cortados em tiras para não acumular água. Essas tiras são usadas pra encher os outros pneus. Isso evita o acúmulo de água e ajuda seu Orlando a economizar espaço.

Lúcio Pereira Vieira, coordenador do programa contra a dengue da prefeitura de Itajaí, informa que ecoponto é reconhecido pela fundação do Meio Ambiente de Itajaí (Famai). ?É o único local autorizado a armazenar os pneus velhos aqui em Itajaí?, confirma.

O bagrão informa que qualquer pessoa pode levar os pneus até o ecoponto, evitando assim a proliferação do mosquito da dengue pela cidade. ?O local atende de segunda a sábado em horário comercial. É só levar os pneus lá, sem custo algum?, diz ainda Lúcio.

Caso algum peixeiro identifique um local de risco ou suspeito de foco da dengue, pode denunciar pra secretaria de Saúde da prefa, através do telefone 3249 5573.

Xô, dengue!

Como a época é a preferida do mosquito da dengue, com calor e chuvas frequentes, o DIARINHO dá aquela refrescada na cabeça da galera. Pra evitar a proliferação do mosquito, basta seguir regras simples.

Nos pratinhos de plantas coloque areia ao invés de água. Mantenha as lixeiras tampadas. Lave e seque os potinhos de comida e água do seu bichinho de estimação. Deixe sempre os ralos fechados. Guarde as garrafas com o gargalo para baixo. Trate a piscina com cloro e limpe uma vez por semana. Mantenha a sua caixa de água sempre limpinha e coberta.

Depois da picada do mosquito, os sintomas começam a aparecer entre três e 15 dias. A pessoa infectada sente dores no corpo, principalmente nas articulações e cabeça. Além disso, febre, manchas vermelhas, sangramento no nariz e na gengiva também podem aparecer.

Ao identificar os sintomas, procure um médico rapidin.

  •  

Deixe uma Resposta