• 30 jun 2009
  • Postado por Tiago

Engomadinho esclarece

A assessoria do vereador engomadinho Clayton Batschauer (PR), em contato com este temente ao Altíssimo, enviou uma porrada de documentos que comprova que o parlamentar não administrou a grana espirrada pro show gospel da galega bonitona Cristina Mel.

Tudo certinho

A papelada demonstra que os R$ 45 mil foram depositados diretamente na conta da Crispel Produções Artísticas Ltda. E que tudo correu por conta da bendita empresa da Cristina Mel.

Atropelando tudo

Na verdade, foi a falta de traquejo que fez com que o superintendente da Fundação Cultural, Agê Pinheiro, falasse à reportagem do DIARINHO que entregou a grana na mão de Clayton pra que ele tratasse das questões. É preciso reestabelecer a verdade.

Ciumeira?

Outra questão que vem sendo levantada nesse perrengue é que tem quem diga que a associação presidida pelo pastor Edson Lapa não representaria todas as igrejas evangélicas de Itajaí. A cidade conta hoje com mais de cem igrejas diferentes.

Cem mil!

Outra questão levantada é que este ano a prefa espirrou R$ 45 mil pra realização da semana evangélica de Itajaí. Só que no ano passado, teriam sido R$ 100 mil. E não se sabe no que foi torrada a grana. E, agora, a bronca é que teria sido um sucesso os shows e coisa & lousa...

Tá feia a coisa!

Têm uns peemedebistas efetivos do outro lado da vala, em Navegantes, que não tem um secretário que queira por perto. Não se sabe se é por medo, oposição ou sei lá. A tchurma seria ligada ao deputado estadual Debinha Malvadeza (PMDB).

Do ‘Manda-Brasa’?

Com isso, tá sobrando tudo para o mano do alcaide, o secretário de governo, Jonas de Souza. O local está sendo apelidado de diretório do PMDB. Oh, coisa!

Ainda lá

No sábado aconteceu a assembleia geral dos barnabés de Navega-City. Quem marcou presença foi o prefeito Bob Carlos (PSDB) e a presidenta da ASPMN, Nádia Braz Binz. Até o galego Paulo Mannes (DEM) atravessou a vala e presidiu a reunião.

Vergonheira

Na reunião mostrou-se que a administração anterior deitava e rolava quando o assunto era ASPMN. A sede da entidade e mais cinco terrenos tavam penhorados. Patrimônio de mais de R$ 2 milhões!

Nem te ligo

E que, segundo as línguas frouxas de plantão, teria sido por indolência dos antigos administradores e do governo dengo-dengo anterior. O pessoal não repassou a grana dos descontos consignados pra Capemisa, que resolveu entrar na dona justa e penhorar o patrimônio.

Vai negociar

A Capemisa vai devolver o patrimônio e negociar as dívidas e os associados autorizaram a Nadia Binz a permutar com a prefa a sede em troca de um terreno na região praiana. E o alcaide Bob Carlos vai levar pra câmara, pros vereadores sacramentarem a permuta.

Centro Educacional

Existe a possibilidade de que a sede da ASPMN venha a ser um centro educacional. Uma boa. A única notícia triste é que tem mais coisas cabeludas pra serem desenterradas da antiga gestão. Oh, dor! Oh, tristeza!

Volta, Volnei?

Ainda repercute a visita do Lula a Itajaí. Do lado de fora tinha faixas de protesto, dizendo que a Portonave manda mais que a Antaq. E teve quem escutasse um griteiro quando avistaram o ex-prefeito barbudinho com um “Volta, Volnei, vem nos ajudar a resolver o problema do nosso porto, queremos trabalhar…”.

Só pensa naquilo…

A bronca do Lula, segundo o superintendente do porto de Itajaí, o Antonio Ayres, foi boa, muito boa. Tanto que o ministro dos portos, Pedro Brito, o chamou pra dar uma chegadinha em Brasília pra tratar da questão da dragagem. Espero que não seja apenas mais uma viagem. Essa história de dragagem virou um vai e vem a Brasília, que mais parece couro daquilo…

Mas não vai…

Contudo, Antônio Ayres não vai pra Brasília no dia de hoje. A viagem ficou marcada para outro dia que ainda não se sabe quando vai ser.

Ainda rende

A declaração do presidente Lula, de que não sabia que as obras de dragagem estavam paradas, ainda rende em terras peixeiras. Segundo o deputado Paulinho Bornhausen, em entrevista ao Rubens Angioletti, na rádio 106,7 FM, a questão não é o recurso.

Tocar aqui

O problema é tocar a obra, porque a cidade não pode esperar mais. Bornhausen ainda soltou farpas pra cima do deputado Décio Lima e da senadora Ideli Salvatti (ambos PT). Isso porque a dupla se diz amiga do presidente e não avisou das dificuldades que as pessoas daqui estão tendo por culpa de uma obra tocada por Brasília. Que deveria ser tocada aqui e que, segundo Paulinho, não acontece por politicagem.

Ninho bicudo

O prefeito da capital do marisco, a Penha, Evandro dos Navegantes (PSDB), não gostou do ex-prefeito Julcemar Coelho (PMDB) ter ligado pra um secretário metendo o bedelho em uma obra. E caceteou: “Em ninho de tucano, Coelho não mete a mão…”

Secou o Quinca Ludo…

Já o vereador Aquiles José da Costa (PMDB), da Penha, protocolou uma representação contra o alcaide emplumado, acusando-o de crime ambiental, por ter mandado esvaziar a lagoa do Quinca Ludo, que fica ao lado do rio Piçarras. Costa diz que o local era um baita criadouro de caranguejos e camarões. E ficou sequinha, sequinha…

  •  
  • Categorias: JC

Deixe uma Resposta