• 01 jul 2009
  • Postado por Tiago

Lula tá certo

O presidente Lula tá certo. Realmente carimbou os R$ 350 milhões para as obras do porto de Itajaí. O grande problema é de gestão, da legislação e da burocracia existente hoje. Até porque tudo foi e é feito pelo governo federal. O porto de Itajaí não comanda nada com relação às obras.

Vejam só:

Da construção do berço 1, ao custo de mais de R$ 85 milhões, espirraram menos de R$ 4 milhões; do berço 2, no valor de mais de R$ 85 milhões, liberaram menos de R$ 1,5 milhão; pra arrumar a retroárea, orçada em mais de R$ 28 milhões, veio menos de R$ 500 mil. E, por fim, para o serviço de dragagem, ao custo de quase R$ 18 milhões, liberaram um pouco mais, mesmo assim recursos insuficientes, que foram da ordem de R$ 6 milhões de reais.

Resolver de uma vez

O grande problema é a tecnoburocracia que, muitas vezes, acaba emperrando as obras e daí se justifica a brabeza de Lula, que ficou doido da vida porque carimbou a grana, mas a lerdeza de leis e a gestão emperraram a coisa.

Magistrado

O desassossegado Luiz Carlos Pissetti (DEM) tem feito um excelente trabalho na câmara de vereadores. Tem procurado reestabelecer a real importância do legislativo na esfera dos outros dois poderes, o executivo e judiciário. A grande verdade é que não se governa sem a câmara. E não se pode querer nivelar todos pela atitude de um ou outro.

Pensando

Estes escândalos envolvendo vereadores nos últimos tempos não estão passando em brancas nuvens. O ‘Pi…7’ tem reunido a mesa e os vereadores para um papo de pertinho. Lógico, que se ressalvando que todos os vereadores são iguais: foram eleitos pelo povo e são donos legítimos de seus mandatos.

Passar a limpo

Agora, cabe num caso como do Marcelo Werner (PCdoB), passar a questão a limpo. Cabe ao homem do nível quântico superior, o suplente João Vequi (PT), entrar com um pedido no ex-aquário peixeiro. Contudo, não acredito que seus pares irão se posicionar pela cassação do comunista do Limoeiro.

Brecar tudo

Será que a partir de amanhã vai acontecer a reforma administrativa do governo JB? Se tal se confirmar, tem muita gente que não deve fazer prestação. Caso contrário, vai ficar num perrengue danado. Ou não?

É só dessa vez…

O topetudo líder do governo no ex-aquário peixeiro, Osvaldo Gern (PP), afirma que é contra a reeleição; acredita que deveriam estender os mandatos. “Já avisei para quem votou em mim, que se eu aparecer daqui a quatro anos pedindo voto, que não votem. Precisamos criar lideranças e apostar em novos nomes”, pontua o progressista.

Viabilidade

O Magru Floriano está correto quando apregoa que o importante não é o peixeiro votar em candidatos de Itajaí, e sim a consciência de que precisamos eleger candidatos da região, comprometidos com a cidade e que tenham realmente viabilidade de se elegerem. Não adianta votar em alguém daqui que só vai dar votos para eleger um candidato da capital manezinha. É de refletir.

Azucrinou

Teve partidário do PPS que franziu a testa no congresso da sigla, na capital manezinha, no findi, porque o deputado estadual Fernando Coruja chamou o presidente do PMDB, Eduardo Pinho Moreira, pra compor a mesa. Há uma ala que defende a união com o Manda-Brasa, já outra quer que se abracem com o PSDB do emplumado Leonel Pavan.

Tá certíssima!

Pertinente a manifestação da juíza Sonia Moroso ao DIARINHO, sobre a lei da deputada federal Rita Camata (PMDB), possibilitando que os adolescentes casados ou emancebados que estão em medida socioeducativa, possam dar uma lascada íntima. A magistrada ponderou que não deveriam criar mais leis, se não podem aplicar as já existentes.

Saindo fora

O Manoel Rodrigues da Conceição, o Nelinho, enviou missiva ao seu partido, o PPS, e pediu afastamento da executiva da sigla. “Não sou dado a desistências, porém, entendo que o recuo nesse momento se faz necessário em favor do crescimento do partido”, pontua num trecho da carta.

Não valem nada?!

O bispo Samuel Francelino desceu o cacete na associação dos pastores que, segundo ele, representam 10 por cento das igrejas de Itajaí. Samuel diz que apenas emprestou o CEI, mas não teve nada a ver com o show da cantora galega Cristina Mel. Contudo, afirma que cantores famosões estiveram na região e arrecadaram R$ 260 mil. “Será que os cantores evangélicos não valem nada?”, pergunta.

Sacaneando o cartucho

Não consigo entender. O governo do ex-homem dos galináceos, Jandir Bellini (PP), chora igual um condenado que faltam recursos. Que a arrecadação tá menor que pinto de japonês. Contudo, vai comprar mais de R$ 3,5 milhões em tonners pra socar nas impressoras da estrutura da prefa.

Orra, meu!

E nessa compra, no edital, já ficou descartada a compra de cartuchos que sejam remanufaturados. Um descalabro. Será que o que vale é a embalagem novinha, bonitinha? Tal situação deveria ser revista. No mínimo, estão jogando fora a grana do povo, ou sei lá…

Deu xabu

A reunião dos bicudos peixeiros, na segunda-feira, deixou muita gente com as penas ouriçadas. Alguns emplumados estariam descontentes porque acreditam que apenas o presidente da sigla, Deodato Casas, é que bate um lero de pertinho com o alcaide.

  •  
  • Categorias: JC

Deixe uma Resposta