• 20 jul 2009
  • Postado por Tiago

Capitulo nº.?

A dragagem e a reconstrução do porto de Itajaí se transformaram numa novela sem fim. Essa luta macula não apenas o nosso terminal, mas a cidade toda, que perplexa assiste a economia indo a reboque de uma situação que não envolve apenas as burradas de projetos mal feitos ou de interesses obtusos.

Droga de draga e de tudo…

O lodo e a areia que se depositam no fundo do valão que corta Itajaí e Navegantes parece empestear tudo. A dragagem é uma novela que até o momento só teve começo e não se sabe o fim que terá.

Chupadora bichada

A droga de draga bichada, a dona Derci, ops, Bandeirantes, andou batendo no cais do porto (desgovernada, bichada, phodida ou ferrada? Escolham…). As avarias não foram grandes, no cais… Mas, a geringonça que chupa lama e areia do fundo do rio, sábado pela manhã saiu rebocada. E, dizem que não foi nada de nada…

Bocudo tava certo

Com tudo que acontece, com capítulos intermináveis e incompreensíveis, a única verdade que sobressai é que o ex-diretor técnico do Porto, o Tito Arruda, tava mais do que certo quando desembarcou da barcaça sem rumo. E a Portonave e o Teconvi nessa história da droga de draga, como ficam e se pronunciam?

A moita…

Outra novela é a do governo do ex-homem dos galináceos e o PMDB que se assanha para desembarcar na atual administração. JB incorpora dois aliados, ou um, porque Elói Camilo da Costa já tá do lado de lá faz tempo… Por outro lado, perde com seu grupo que se digladia nos bastidores contra esse ‘acasalamento’.

Sei lá, entende?

Comenta-se que a bendita reforma pode deslanchar até o final desta semana. Contudo, não se sabe o que vai acontecer. Afinal, JB já teve vontade de mexer em seis secretarias, dias depois baixou o leque para quatro. E, agora? Vou saber!

Explodir de vez?

Ninguém entende o porquê da Exatoria Estadual estar se mudando de mala e cuia para o prédio do Posto Presidente na Contorno Sul. E, para desgraça maior de quem necessita dos serviços, ainda vão se instalar nos três últimos andares do ‘é…difícil’ do posto de gasosa. Tô ficando tonto, tonto, tonto…

Bombinhas da vez…

O prefeito Maneca do Quiosque (PP), de Bombinhas, teria passado a mão na caneta e despachado a secretária de Turismo, Nívea Maria da Silva Bucker e a diretora de Cultura, Maria Fernanda da Silva. As bocas de tarrafa da orla alardeiam que vai ter mais pé na bunda. Eu, hein!

Com receio?

Partidários da vice-prefeita e secretária da Saúde, Dalva Rhenius (DEM), espalham que a muié estaria receosa de sair candidata pra tentar uma cadeira estofadinha na Leleia. E com razão, afinal, do jeito que a coisa vai, teremos trocentos candidatos da base governista, o que vai acabar mordendo aqui e ali.

Estica os dentes…

E, com isso, quem dá risada é o ex-prefeito barbudinho Volnei Morastoni (PT), que saindo candidato à Alesc tem a maior chance de se eleger entre todos. E, com isso, pavimenta sua futura candidatura pra tentar voltar a ser o mais importante habitante do paço da Vila Operária.

Dispensa aqui e outra acolá…

A farra das dispensas de licitação continua. Só no terrível Jornal do Município, foi possível encontrar as dispensas de licitação, principalmente, para obras de manutenção e reforma em escolas do município de Itajaí, da ordem de quase meio milhão de reais. Por que a bendita dispensa?

Pra rir ou chorar?

A construtora Natinho vai abocanhar R$ 278.867,00 por duas obras; Teodolito Projetos e Construções leva R$ 70.007,82; a Policons Ltda é a mas sortuda, pois vai receber por três obras a bagatela de R$ 467.698,00; Secon Construções Ltda. por quatro obras vai ganhar R$ 253.425,00 e por fim a Minerva Engenharia e Construções Ltda. leva R$ 235.423,62.

É nada não…

Logicamente, ninguém duvida ou põe em cheque a lisura de tais contratações, o que poderia ser mais bem visualizado por nossos heróis, as excelências excelentíssimas do ex-aquário peixeiro. Que na última sessão trocaram afagos, agrados, abraços e beijos pelos primeiros seis meses dessa legislatura.

O que tem uma coisa com a outra?

Lógico que uma coisa não tem nada a ver com a outra. Afinal, os vereadores têm cumprido o seu papel de fiscalizar e legislar em prol da coletividade. Tem até vereador veterano que nestes seis meses não apresentou nem um projeto. E daí? Daí nada, né…

Acomodar doações

Outra coisita que chamou a atenção deste socadinho escriba é o outro contrato para a locação do imóvel da Ipê Indústria de Pescados – com dispensa de licitação – ou vocês esperavam o contrário? A vigência do papéli é do dia primeiro deste mês até o dia 31 do natalino mês de dezembro.

Socado lá?

E visa deixar guardadinhas doações que foram ganhas durante a enchente do ano passado. Ou seja, vão gastar R$ 21 mil, o que dá R$ 3,500 um mês sim e outro também para guardar doações?! Que doações são essas que ainda não foram doadas? Estou com a cachola toda encalombada (ui! ai!) de tanto bater na parede pra entender…

Ano que vem

E as licitações para garantir a roupita, os tênis pra gurizada da rede pública de Itajaí? Ah, o chefe de gabinete, o bigodudo Edison D’Ávila, disse pro baixinho intisicado Denísio Dolásio Baixo, na TVBE, que como a coisa promete demorar mais que reza de terço em missa, pensam em deixar para o ano que vem.

Vê se phode?!

Uma coisa tão essencial. Na Maravilha do Atlântico Sul, o homem pássaro, Edson Periquito (PMDB), deu uma atrasada, mas entregou. Já aqui, a gurizada que se vire. Pais e mães que estiquem e remendem as roupas já batidas. Afinal, só tendo saco e paciência de Jó para guentar essa palhaçada toda.

Falecimento

Faleceu no início da manhã de ontem dona Rosina Pavan, mãe do vice-governador Leonel Pavan (PSDB). À família enlutada os pêsames da coluna.

Passou mal

O burgomestre Jandir Bellini passou mal na noite da última sexta-feira, durante uma formatura. Ao contrário do que se alardeou no fim de semana, o caso não enveredou para hospital e internamento. Dizem que é porque JB anda pra lá e pra cá em eventos e enchendo a pança adoidado… Mas foi apenas um mal estar.

Gororoba do JC

Faltam poucos dias para a 3ª Gororoba do JC, e quem não se apressar vai ficar sem a sua camiseta para dar uma chegadinha e comemorar os 30 anos de ‘janela’ do nosso DIARINHO de todos os dias e os cinco anos da coluna deste socadinho escriba. A camiseta ingresso custa a facada de 35 mangos e pode ser adquirida na Choupana do JC, na rua Francisco de Paula Seara, 192 – Dom Bosco. Informações no 8842-9084.

  •  
  • Categorias: JC

Deixe uma Resposta