• 04 ago 2009
  • Postado por Tiago

Trinca vermelha

O ex-aquário peixeiro fervilhou na manhã de ontem na reunião realizada pela senadora Ideli Salvatti (PT), através do gabinete do menino de ouro do PT, vereador Níkolas Reis (PT). Além das figuraças, marcou presença o ex-prefeito barbudinho Volnei Morastoni (PT).

Padre tava lá

Quem representou o governo do ex-homem dos galináceos, prefeito Jandir Bellini (PP), foi o superintendente do porto de Itajaí, o Antônio Ayres, que vem sendo chamado pelos cantos e recantos de padre…

Acotovelando-se

Quem acompanhou a reunião, logo cedo, presenciou que o governo JB acabou por ressuscitar, em menos de seis meses, o ex-prefeito Volnei Morastoni e trouxe para os holofotes os vermelhinhos.

Deram as caras

O deputado federal Décio Lima e sua patroa, a deputada estadual Ana Paula (ambos PT), também participaram da mesa.

Deixa quieto

O ex-superintendente do Porto, Ênio Casemiro, e o ex-vice-prefeito, Érico Laurentino, foram convidados pelo desassossegado Luiz Carlos Pissetti (DEM), pra se assentarem à mesa. Mas acenaram e ficaram onde estavam…

Saul debulhou

Quem se saiu bem na falação foi o Saul Airoso, que mesmo estando com seus glúteos sentados numa estofadinha cadeira do terminal, não perdoou e cachimbou nos dedos dos dois lados do valão.

Lado de lá…

O pau comeu, principalmente, para o outro lado do vala, onde tá a poderosa Portonave que não tem jeito de contratar a mão de obra sindicalizada.

Concorrência predatória

Saul provocou para que se abra a caixa preta dos custos com a mão de obra. Apesar de que já deve saber de cor e salteado, afinal, tá há seis meses no cargo. E deve estar na hora de revelar. Ou não sabe?

Perdeu a chance

O Sérgio Werner, da Associação Comercial, perdeu a chance de ficar calado. Depois da fala de Airoso veio dizer que não era a hora e nem lugar de se discutir a questão da mão-de-obra. Em boca fechada…

Enervou o ambiente

Foi o que bastou para enervar o ambiente. Representantes dos trabalhadores portuários foram à loucura e lascaram o verbo no Sérgio. Também…

Listou tudo

A senadora falou, o VM falou, o padre falou, enfim todo mundo tirou uma lasca. Por fim, depois de listarem uma porrada de problemas como a dragagem, berços, mão-de-obra, entre outros perrengues, ficou acertado que o papo vai rolar em Brasília.

Exército

Uma das soluções apontadas, caso os ministros não atendam os reclamos da comitiva gigante que estará em Brasília, hoje, para que seja aditivado o contrato com as empresas vencedoras da primeira licitação, existe a possibilidade de que se acione o exército para reconstruir os berços, entre outras coisitas.

Não tava

Os críticos do governo JB lascam que, invés de ele estar na capital manezinha, ontem, segundo sua assessoria, num teté-a-teté com técnicos do TCU, deveria estar aqui, discutindo a problemática.

Levar pra lá

Por outro lado, os detratores da oposição atiram que a senadora Ideli Salvatti veio, falou, falou e falou, e lascou que vai levar pra Brasília pra resolver.

Uma coisa…

…é pura e simples para a situação e oposição: a cidade não guenta mais e tem que resolver essa pendenga. Não tem que ficar nesse joguete político.

Nem te ligo

Já o Teconvi, que jogou as cargas pro lado de lá do valão, faz cara de paisagem. A Portonave também entra no clima e nada de nada. É de se refletir sobre uma questão que tem ecoado não apenas em Itajaí, mas em toda Santa & Bela Catarina: a quem interessa acabar com o porto de Itajaí?

Não foi

A fala do bigodudo Amílcar Gazaniga de que seu suplente, o chefão da Portonave, Odemari de Castilho, foi indicado pelo prefeito Bob Carlos (PSDB) tem sido contestada. Oficialmente, o alcaide bicudo, não se manifestou se meteu a colher e apontou Castilho. E agora?

Armando não aguentou

O ‘empurrar’ com a barriga do prefeito JB, pra que a reunião com o PTB fosse no próximo dia 17 deste mês do desgosto, ops, agosto, foi à gota d’água para que a sigla saísse da base do governo.

Sartou fora

O PTB é o primeiro partido dos pequerruchos que formaram a penca para eleger Bellini, que pula fora da canoa. João Armando, além de oficializar a saída, ainda pretende, em breve, fazer uma carta aberta à população.

Será que será?

Uma proposta no mínimo audaciosa foi feita ontem pela manhã, durante reunião no diretório do PR de Barra Velha: o deputado federal Nelson Goetten, e o vice-prefeito de Joinville, Ingo Butzke, querem que o presidente de honra dos republicanos ‘barravelhacos’, Laurinho Loyola, lance seu nome como candidato a vice-governador.

PR e PT coladinhos?

A proposta tem sido bolada numa chapinha com o PT estadual. A proposta republicana é que o PT seja o ‘cabeça de chapa’, com a Ideli Salvatti (que anda bem colocada nas pesquisas, sempre em segundo lugar das sondagens) e que Laurinho seja candidato à vice.

Histórico poderoso

Na verdade, Laurinho havia sido lançado como pré-candidato a deputado federal porque é de família tradicional – os poderosos Loyola de Joinville, tem senadores e deputados no histórico familiar, e muita ligação também com Barra Velha e o Litoral.

Liberaria…

Goetten e Ingo são pré-candidatos a federal, também, e a aceitação de Laurinho liberaria os dois para concorrer pelo norte do estado. O vereador Douglas da Costa e Carlos Alberto da Silva, o Tinho, dois parlamentares do PR na Barra Velha, acreditam que de qualquer forma apenas a indicação do nome de Laurinho já dará uma baita visibilidade a Barra Velha e ao PR local. Eita coisa!

  •  
  • Categorias: JC

Deixe uma Resposta