• 15 ago 2009
  • Postado por Tiago

Na espinha

O Ministério Público barriga verde botou uma ação civil pública por improbidade administrativa no lombo do ex-superintendente do Porto, Wilson Rebello, do então assessor jurídico do porto, Fábio da Veiga e do advogado Ronei Danielli e seu escritório de advocacia Müller, Bertol & Danielli Advogados S/C.

A bronca

A pegada do MP é por conta da contratação do escritório de advocacia, sem a devida licitação, pelo valor de R$ 60 mil para acompanhar um processo de desapropriação. Leia-se a demanda da empresa Sul Atlântico de Pesca. O que se observa é que não existiria a necessidade de contratação sem licitação.

Línguas afrouxadas

Outra coisitcha que as línguas afrouxadas espalham é que o advogado do escritório contratado movimentou o processo antes da assinatura do referido contrato. Isso tudo, pelos idos de 2006 (mas a bronca do MP se iniciou mês passado). E que seria o advogado pessoal do ex-prefeito barbudinho Volnei Morastoni. Hummmm…

E o bambu?

Outro processo que tá pegando e está lascando no lombo do ex-alcaide Volnei e seu então candidato à vice-prefeito, João Roberto Schmitt (PMDB), se refere ao uso de bambus feitos mastros que foram colocados em casas de possíveis eleitores. O bambu teria sido retirado da mata nativa, sem a devida autorização do Ibama, Fatma ou Famai… Oh, dor! Oh, Vida!

Marolinhas…

E depois o chefe de gabinete da prefeitura de Itajaí, Edson D’Ávila, vem dizer que o Prefeitura nos Bairros é assim mesmo. Ontem, lá no Melvin Jones, até o meio-dia, foram atendidas apenas nove pessoas que queriam falar com o burgomestre JB. E olha que tava socado pelo staff palaciano de secretarias. Quanto custou pra nada?

Muié lá?

A ex-vice-prefeita Eliane Rebello (PMDB) esteve batendo um papo na semana passada com o homem pássaro, prefeito Edson Periquito (PMDB). A conversa de pertinho girou sobre a possibilidade de a muié assumir a pasta da Educação. O que teria causado mal estar na bancada de situação, que não quer de jeito e maneira.

Vai cair

O que se sabe é que o prefeito Periquito pretende tirar o titular da pasta. Mas essa possibilidade da Eliane Rebello vir a assumir a estofada cadeira não soou bem e caiu como um petardo na praia mais desejada do sul do mundo.

Ainda, ainda…

O Manda-Brasa peixeiro deve entregar na semana que vem a listinha com os nomes do PMDB para ocupar os três cargos de primeiro escalão e os outros 35 espalhados pela administração JB.

Só isso!

Depois que os peemedebistas assentarem os glúteos nas estofadinhas cadeiras do governo PP é que o alcaide progressista vai pensar em fazer a bendita reforma administrativa que estaria desenhada em 1% em sua cabeça. Que coisa!

Não apóia

O prefeito JB já andou soprando nos zovidos do presidente da Associação Comercial de Itajaí, Marcos Seára, que não gosta muitcho dessa história de voto útil. JB não acha certo votar no cara só porque ele é de Itajaí, mas não tem chance de se eleger. E que tem que votar em quem tem chance. É pra estender o assunto?

Buuuuuuu!!!!!

O governo JB também tem em suas fileiras figuras etéreas. Um fantasma que ninguém sabe se é camarada é o coordenador técnico da secretaria de Planejamento do secretário bicudo Rogério Benitz. O Paulo Henrique Ferreira mora no Rio de Janeiro é tá lotado na pasta. Seria um técnico fluminense? Bocudo, eu!?

Pára né!

A sessão do ex-aquário peixeiro virou um bate estaca daqui e dali, depois que o bigodudo Laudelino Lamim (PMDB) resolveu emplacar requerimento em que pede que a Polícia Militar (Lamim é da reserva da puliça) faça rondas e adentre o pátio onde ficam os caminhões podrões que transportam contêineres.

Tás brincando

O Lamim deve estar brincando! A cidade vive mergulhada numa criminalidade tremenda. O cidadão que paga seus impostos custa a ver os milicos fazendo rondas e o peemedebista-governista querendo fazer média com os caminhoneiros? O Paulinho Amândio (PDT) chamou à razão, ao dizer que ali reina uma bagunça.

Tem que pagar

Amândio lascou que para botar o pau velho no local, que pertence ao porto, o caminhoneiro tem que estrebuchar uma grana e que não se resolve de jeito e maneira aquela pendenga. Nikolas Reis (PT) também entrou na parada e disse que não era correto a PM entrar no pátio que guarda os brutos.

Quem cuida, responde…

O menino de ouro do PT alertou que, sendo ou não pago, se sumir um auto de um estacionamento, como, por exemplo, do supermercado Angeloni, a responsabilidade é do estabelecimento. No caso, quem tem que dar conta é que cuida ou manda no local. Foi um blablablá sem tamanho, que enervou.

Gozando da cara

Na verdade, não tem nada da PM atender ao vereador Lamim e sua puxação de saco pra cima dos caminhoneiros. A PM tem, sim, que fazer rondas na cidade toda e proporcionar segurança à coletividade, que paga seus impostos e por conseqüência os seus salários e o do vereador. E é isso ai.

Deu nos dedos

A ex-vereadora Terezinha Romagnani deu nos dedos das excelências excelentíssimas ao usar a tribuna da câmara peixeira. Ela veio dar um plá e dar bronca nessa questão de levarem o Instituto de Perícias da puliçada. Acontece que, para falar na tribuna, tem que representar uma entidade, instituição, Ong e o caraco a quatro.

Sempre vereadora…

Acontece que pedincharam, como reza o regimento do ex-aquário uma porrada de papélis pra Terezinha o que teria deixado a muié tiririca da vida. Fala daqui, esperneia dali e acabou tudo certo. Só que Terezinha não perdoou a conversa mole de “sempre vereador”. Já que é sempre vereador, o por quê de tantos senãos…?

Se a moda pega…

Já pensou se a moda pega? Os ex-vereadores que passaram pelas cadeiras estofadinhas do parlamento peixeiro iriam querer usar a tribuna para falar o que bem entendessem. Já pensou o Calinho Mecânico dando na espinha de uns e outros… Eita coisa!

Nada de nada

Hoje deveria acontecer a ‘Cãominhada’, projeto do vereador Maurílio Moraes (PDT) e sancionado pelo ex-homem dos galináceos, Jandir Bellini (PP). O evento deveria ser bancado pela Fundação Cultural e ter uma ampla divulgação. Será que nem o vereador sabia que a coisa não vai acontecer?

  •  
  • Categorias: JC

Deixe uma Resposta