• 27 ago 2009
  • Postado por Tiago

Luz no Planalto Central

A decisão por unanimidade dos ministros do Tribunal de Contas da União (TCU), ontem, trouxe esperança e bom senso sobre a situação vivenciada em Itajaí por conta da destruição dos berços após a enchente de 2008. Os ministros entenderam a necessidade de que haja rapidez na reconstrução.

Aditivos ou…

A decisão, tomada com base nos argumentos do relator do processo, que demonstrou a preocupação com o que anda sofrendo o município peixeiro e toda a região com a bancarrota do porto, coloca agora nas mãos da Secretaria Especial dos Portos e do seu ministro, Pedro Brito, as medidas que devem ser implementadas para que a coisa flua.

Cabo de guerra

Não sei se pode ser dito que houve vencedores ou vencidos. Afinal, todos que se envolveram de uma forma ou de outra estavam empenhados para que o Porto de Itajaí voltasse a ser uma mola propulsora social e econômica.

Antes da aguarada

A preocupação também se firma frente a um novo período de chuvas que deve se abater sobre a região e que pode acabar de detonar com os berços que ainda se mantêm no terminal.

Alembra

No entanto, tudo deve ser precedido dos estudos criteriosos. Outra coisitcha que ficou muito bem destacada na decisão do TCU é que o bendito Teconvi, arrendatário do espaço nobre no porto, tem que se coçar para ajudar na reconstrução do que foi detonado. Tava na hora…

Ideli e Paulinho

Acredito que tanto a senadora Ideli Salvatti (PT) quanto o deputado federal Paulinho Bornhausen (DEM) contribuíram para que o TCU tomasse essa decisão. Afinal, no acórdão do tribunalão, os pareceres da engenharia do Exército, apontando que se algo não fosse feito tudo ia desmoronar com a primeira chuva, foi decisivo.

Acibalc com o atucanado

O chefão da Associação Empresarial de Balneário e de Camboriú, Álvaro Zambom dos Santos, e parte de sua diretoria estiveram reunidos na tarde de ontem com o atucanado vice-governador Leonel Pavan (PSDB). No falatório rolaram muitas queixas com a falta de ritmo na economia local e quanto ao futuro do conselho de desenvolvimento econômica, que não estaria recebendo incentivo do governo municipal.

Pepineira danada

Também conversaram sobre o fato do escritório da Junta Comercial ter ido parar na sede da câmara de dirigentes lojistas (CDL), saindo da sede da intersindical patronal. Havia um acordo entre a Acibalc e a intersindical para que a Junta ficasse onde está ou fosse para a sede da Acibalc. Pavan disse que não sabia e prometeu apurar e resolver o perrengue.

Centro de Eventos

O atucanado também esticou o bico sobre o futuro centro de eventos da Santur, que será custeado pelo governo e deverá dar impulso à economia da cidade, assim como outras obras e empreendimentos turísticos. Diplomacia à parte, há quem garanta que existe uma estratégia de divisão entre lideranças econômicas da cidade que estaria sendo arquitetada pelo reino do alto da Dinamarca. Será que será?

Não acredito

Nunca dantes em Itajaí… Não dá para acreditar no que aconteceu na sessão de terça-feira no ex-aquário peixeiro. As excelências excelentíssimas, o bigodudo Laudelino Lamim (PMDB) e a loiruda Susi Bellini (PP) tinham encaminhado ao prefeito Jandir Bellini (PP) pedido para que passasse de 120 para 180 dias a licença maternidade das barnabés.

Gestação sem fim

Como a coisa tava amarrada no paço da Vila Operária, o menino de ouro do PT resolveu fazer um requerimento em que solicitou informações do Executivo. E, pasmem, a Susi e o Lamim, votaram contra! O Paulinho Amândio (PDT) na sua fala estranhou o caso. É pra ficar nos anais da Casa do Povo…

Engenheiro na cadeia!

O Maurílio Moraes (PDT) emplacou projeto em que preceitua que as baiucas que serão construídas daqui pra frente, em Itajaí, tenham no mínimo 60 centímetros acima do leito da rua. Maurílio, ao citar as casas na região do Promorar e Murta que tão encostadas no chão, diz que o engenheiro que fez aquilo deveria ser preso.

Foi lá

O interessante é que aquelas casinhas foram construídas na gestão passada, quando o Maneca está em casa, ops, Maneca do PT, era secretário de habitação. Ah! E o PDT era governo. Ninguém viu? Bom, acho extremamente importante que se pense em edificar casas no ‘alto’. Afinal, enchente é coisa cíclica por estas bandas.

Sempre vereador?

Quando aparece um ex-vereador no legislativo peixeiro é um salamaleque danado. Todos os parlamentares cumprimentam e parabenizam, chamando de ‘sempre vereador’, mesmo que faça trocentos anos. No caso, o Rui Pereira, envolvido em 500 trambicagens, também é sempre vereador? Priguntá ofende?

Governabilidade, é isso?

O governo da Bellinilândia, que agora tem maioria na câmara peixeira, mostrou o que quer dizer governabilidade na sessão de terça-feira. Dois pedidos de informações foram barrados com a ajuda do PMDB. Quem diria, hein!? Como o discurso sem a prática faz coisa…

Nem saber

O coitado do Osvaldo Gern, que é líder do governo, tá mais perdido que cego em tiroteio. Constatação de membros do governo é que Gern era o “cara” quando estava em funções no executivo, mas na câmara tá fraquinho, fraquinho… Ele, ao argumentar na segurada nos pedidos, explicou que na sessão seguinte traria a resposta.

Nem te ligo

O compromisso é tanto com a coletividade pela bancada governista que o pedido de explicações do Paulinho Amândio daquele monstrengo naquele terreno – onde tentaram construir um arremedo de shopping – foi barrado. Outro pedido, do Níkolas, perguntando um monte sobre a Fundação de Esportes, também levou pau.

Marcão na área

O Dr. Marcus Antônio Luiz da Silva, o Marcão, candidato à presidência da OAB/SC, estará em Itajaí no dia de hoje. Ele vem escutar as “bases” e saber tintim por tintim dos anseios, necessidades e incômodos dos advogados nas comarcas. Tá certíssimo!

Tá lá ainda

O competente Zé da Codetran tem que fazer o que é certo e afastar aquele guri que falsificou documentos para lucrar estudando na Univali. O problema é que toda hora a sociedade tá cobrando. No mínimo do mínimo, explicar a complicada situação.

  •  
  • Categorias: JC

Uma Resposta to “Jc”

  1. proconbc Diz:

    O Paulinho Bornhausen não fez nada a mais do que criticar. Isso qualquer um faz. Fala sério. Esse tranqueira não honra os votos que recebe de Itajaí.

Deixe uma Resposta