• 12 set 2009
  • Postado por Tiago

Babação escamosa

Foi de ficar emocionado com a babação de ovo que se promoveu na Casa do Povo em torno do ministro da Pesca, Altemir Pingolin, ops!, Gregolin (PT). Uma carrada de político presentes fez loas ao Pingolin. Até o homem dos galináceos, prefeito Jandir Bellini (PP), estendeu os cumprimentos ao presidente Lula. Eita coisa!

Deixa outro esquentar

O topetudo Osvaldo Gern (PP), a partir de primeiro de outubro, deve pedir licença sem remuneração da sua estofada cadeira no ex-aquário peixeiro e por 30 dias deixar que o primeiro suplente Vanderley Dalmolin assuma. Um pouco mais a frente sai novamente de cena e deve assentar-se o Tonho da Grade.

Dez meses

Gern, que além de líder do governo é presidente da sigla em Itajaí, e coordenador regional do partido (ufa!), afiança que durante este período pretende dar um baita giro pela city pra bater um lero com Deus e o mundo. A sua colega de bancada, a loiruda Susi Bellini, também teria adiantado que pode fazer o mesmo.

Tem medo

A grande verdade é que faz tempo que um suplente não consegue sentar seu excelentíssimo glúteo nas estofadinhas e almejadas cadeiras do parlamento. Que eu lembre, nos últimos anos, o Pedro Giraldi, que assumiu no lugar do Márcio Silveira (ambos PMDB) que, por sua vez, foi ser secretário de Bem Estar no governo Volnei Morastoni (PT).

Só mais um pouquinho

E teve o Clayton Batschauer (PR), que quando saiu candidato à câmara federal assumiu a Cida Cascaes (PDT), e por fim o Herval Esmeraldino (PP), que ficou ruim pra caramba, mas sobreviveu graças às rezas do seu suplente Calinho Mecânico (PP), que assumiu na sua convalescença.

E se for melhor?

Acontece que todos desgrudaram a bunda da cadeira por uma necessidade suprema. Nenhum abriu espaço para o tal do rodízio. Para que o suplente pudesse sentir o gostinho do poder legislativo. Quem tem, tem medo já diz o dito popular. Vai que o suplente dê uma deslanchada…

Só falta dar tiro

Outro perrengue medonho no Partido Progressista é a revolta que consomem muitos dos seus partidários. Gente que tá gudunhada no saco do JB desde 1996 e hoje, tendo feito trocentos votos, se encontra chupando dedo na estrada de Brusque, entre outras paragens. A revolta é tanta que só falta darem tiros. Eu, hein!

É lá ou aqui?

O chiquetoso Praia Beach, que foi lançado no programa do gabola Amaury Junior [Rede TV], mais parecia um desfile de abobrões da Maravilha do Atlântico Sul. Além das puxadas de saco para Balneário, que chegavam a entortar a boca do Amaury, não apareceu uma viva alma de Itajaí. Até parece que é do lado de lá…

Mais de um bilhão!

Empreendimento de mais de um bilhão de reais espera apenas que as excelências excelentíssimas de Porto Belo estiquem o bago dos zóios e aprovem o Plano Diretor. Essa dinheirama toda investida no município vai gerar divisas e muitos empregos.

Encontro dos Amigos

Hoje acontece mais um encontro dos Amigos, promovido pela TV Brasil Esperança, que promete movimentar a cidade. Vai ter um tropa lá composta pelo Denísio, Argenton, Angioletti, entre outros. Tem até a barraca do Caixa Acústica, comandada pelo boa praça Luciano Sens. Eu vou? E você?

Renovação no Manda-Brasa

No início do mês de outubro haverá escolha da nova executiva do PMDB peixeiro. Parte dos militantes pede renovação e coloca o vereador bigodudo Laudelino Lamim como o melhor para a presidência.

Voz e vez

Bem relacionado com a equipe dos governos estadual e municipal, Lamim torna-se a alternativa para reforçar o partido. O parlamentar tem voz e vez no PMDB, além de ter o reconhecimento e respeito dos filiados. Além disso, tem peemedebista perguntando: qual o nome para guiar a sigla daqui pra frente?

Vai e volta

Não se entende o prefeito do outro lado da vala, o Bob Carlos (PSDB). Esses tempos mandou pra câmara projeto para tirar os incentivos fiscais concedidos para algumas empresas do município. Depois retirou. Aí lascou um decreto para cassar as leis que concederam os incentivos.

Quem o orienta?

Agora, num lampejo mandou projeto de lei para derrubar os incentivos. É de se perguntar quem está orientando o alcaide para ter tantas atitudes no mínimo atabalhoadas. Das duas uma: ou acha que tá ajudando ou quer é derrubar o voo do tucano…

Céu de brigadeiro

Há quem diga que a entrada do PMDB no governo é que serenou os ânimos que andavam exaltados na cidade com relação ao atual governo. E tem a maior lógica do mundo, afinal, agora além da tranqüilidade de ter maioria, a oposição ficou reduzida. É por isso que tem esse ar sereno, essa calmaria. Até quando?

Até o findi…

O desassossegado Luiz Carlos Pissetti (DEM), em entrevista ao Buscando Soluções, comandado pelo Argenton, acredita que até o final do ano, o legislativo formado por situação e oposição vai chegar a um meio termo e ficar balanceado. Será que será?

Vai negar

O Pi…7 afirma que se a Câmara Federal aprovar em definitivo a PEC dos vereadores, os nove suplentes que tão fora irão protocolar no legislativo um termo de posse e ele vai negar. Simplesmente porque na Lei Orgânica do Município consta como nove o número de vereadores. A não ser que oito vereadores mudem a lei.

Pra próxima

O mais acertado é que essa regra que traz novamente 21 cadeiras para o parlamento de Itajaí, venha a ter a sua validade a partir da próxima legislatura. Afinal, nove meses depois do início do ‘jogo’ mudar a regras não seria o correto. Não é mesmo?

Pai em Porto Belo

Na segunda-feira abre a licitação por tomada de preço (orçado em R$ 450 mil) para a construção do Posto de Atenção Infantil (PAI). Será o segundo na Santa&Bela Catarina. O primeiro em forma de Arca de Noé, está em Balneário e é referência para a Amfri.

Pai lá

Segundo o secretário de Saúde, Antônio Ballestero (PSDB), o Pai é lúdico e temático e vai atender crianças de 0 a 14 anos, com vários especialistas e será referência para a Costa Esmeralda, que gira em torno de 90 mil pessoas. O PAI é do tempo em Dado Cherem era secretário do então prefeito Leonel Pavan (ambos PSDB).

  •  
  • Categorias: JC

Deixe uma Resposta