• 27 out 2009
  • Postado por Tiago

Tá fritando? Sei lá!

Foi constrangedora a situação da vice-prefeita e secretária de Saúde, Dalva Rhenius (DEM), na formatura dos Jovens Aprendizes do Parque Dom Bosco, no Itamirim Clube de Campo, na sexta-feira. Zoios e zovidos de plantão perderam os sentidos quando o mestre de cerimônias chamou pra tomar assento, representando o prefeito Jandir Bellini (PP), o vereador engomadinho Clayton Batschauer (PR).

Ai! Ui! Ai!, Ui!

Na era Morastoni (PT), o burgomestre barbudinho destacava algum secretário para representá-lo em eventos que ele não poderia estar presente, mesmo sabendo que a vice ia dar as caras. Era o jeito VM de castigar e desprestigiar a dama de ferro do PMDB peixeiro, Eliane Rebello. Será que a Dalva tá sendo fritada em alho e óleo? Afinal, a muié tava presente e foi chamada depois do Clayton. Hummm…

Afundando direto

Aliás, a Dalva Rhenius tá afundando na secretaria de Saúde. Depois da morte da criança no PA do Jardim Esperança, na última sexta-feira, o pau tá roncando e com razão. Não dá pra guentar estes absurdos. Se a criança era cardiopata, já tinha esse histórico, o pessoal tinha que se atentar para um tratamento especial. Com a vida não se brinca e com um anjinho o pecado é dobrado.

Porteira arrombada…

O vereador Douglas Cristiano (DEM) se reuniu com a comunidade do Jardim Esperança – que se revoltou com razão – e com a Dalva, que se comprometeu a mandar no próximo dia 2 de novembro (num feriado?), uma técnica que vai reeducar a galera. Também prometeu a colocar mais médicos no PA. Depois da porteira arregaçada é que se coçam. Faça-me o favor!

Muié diz que fica. Será?

Dos pré-postulantes a sentar os glúteos nas estofadinhas cadeiras da Leleia, a única que tem ressaltado que se eleita fica até o fim do seu mandato é a loiruda Susi Bellini (PP). O restante não se escuta um pio sobre este compromisso. É só um trampolim pra mergulhar de cabeça na eleição municipal de 2012.

Dar a urna pra outro

É daí que nasce o compromisso com o voto útil, em votar em candidatos que não apenas sejam da terra, mas que representem a região e que não usem a eleição para deputado estadual apenas como trampolim para voltar ou chegar ao paço, por exemplo, de Itajaí.

Nadica de nada

O ex-prefeito barbudinho e magrinho Volnei Morastoni (PT) e o homem dos pés de frango, prefeito Jandir Bellini (PP), usaram do mesmo estratagema. E, na eleição do ano que vem, não será diferente. O VM, que sinaliza que está eleito, vai fazer o mesmo joguinho conhecido.

Necas de pitibiriba

O então deputado JB saiu do cargo por 60 dias, numa espécie de rodízio dos progressistas, no início de 2008. Quem assumiu na época foi o ex-prefeito de Seára, Flávio Ragnin (PP), que em seu discurso ressaltou: “O Oeste tem nos dado força, seu trabalho, sua riqueza, mas, em troca, tem recebido muito menos do que merecia, e isso porque precisa de mais representatividade política. A região só terá voz e vez na medida em que tiver mais representatividade política”.

Nem te ligo

Hoje, quem ocupa o cargo de deputado no lugar de Bellini que renunciou pra ser prefeito é o deputado Lício Mauro da Silveira (PP) e, que eu saiba, não fez porra nenhuma pela cidade. Apenas um requerimento em que cumprimenta os prefeitos e presidentes da câmara de Itajaí e Tijucas pelo níver dos municípios em junho. Oh, bicho triste!

Encher linguiça

Outra coisa que os eleitores não podem fazer é votar em candidato que não decola nem com um foguete a jato grudado no rabo, só porque o sujeito é da cidade. É voto jogado fora e que só vai engordar a legenda de espertalhões de fora, que só dão as caras no tempo da eleição.

Foi assim (errata)

O que o BicuDão Koeddermann (PSDB) falou sobre a possível cassação do homem-pássaro, prefeito Edson Periquito (PMDB), foi: “Ele vai comer a ceia de Natal, mas não vai tomar o vinho da Páscoa”. Que bicudo bocudo esse Dão, né não?

Chicote da bunda…

Botei o bago do zoio na matéria de ontem do nosso DIARINHO de todos os dias relembrando a ‘Comédia da Vida Pública’ em nossa região. Os intrépidos jornalistas do jornal tiraram do baú a história da campanha ferrenha da associação Comercial e os empresários contra o alemão Arnaldo Schmitt (PMDB).

Aportou com tudo

O alemão, em 1987, detonou que o porto, a pesca e o petróleo davam mais preju do que lucro. Foi o que bastou pro pessoal cair matando, querendo o couro do Schmitt. E pensar que ano passado Arnaldo atracou no terminal portuário como mandachuva. Bem diz o dito popular que a língua é o chicote do c… Malcriado, eu!?

Mudanças na área

A dança das cadeiras vai rolar na maravilha do Atlântico. O Claudir Maciel sai do Planejamento e volta pra câmara. A bonitona pink Christina Barrichello sai da câmara e vai pra secretaria de Educação. O Ney Clivati acumula a Emasa e o Planejamento. O Nilson Probst deixa a Segurança e volta pra câmara. O Luiz Maraschin sai da Inclusão Social e vai pra câmara. Por fim, o Adélcio Bernadino assume a Segurança. Ufa!

Segura, qui quero descer!!!

Quem pode explicar para o socadinho escriba o seguinte: na eleição da OAB os vermelhos vão votar no 11 e os amarelos no 13. É o fim do mundo, seu Raimundo! E eu ainda tacho o Arquitito de biruta de aeroporto. Vai entender como?

Um monte e mais um tiquinho

O prefeito JB tem convidado vereadores a fazer parte do staff palaciano. O grande problema é que as excelências excelentíssimas querem escolher o cargo. Ou seja, querem o mundo e o fundo, tudo juntinho e nessa ordem. Assim não dá! Assim não pode!

  •  
  • Categorias: JC

Deixe uma Resposta