• 21 nov 2009
  • Postado por Tiago

Brecaram

As excelências excelentíssimas da bancada de situação do ex-aquário peixeiro brecaram o desejo do bloco de Organização Política e Estratégica (BOPE) que queria emplacar uma comissão parlamentar de estudos (CPE) do Porto de Itajaí. A votação chegou a ser feita simbolicamente e aprovada com celeridade.

Volta atrás

Acontece que a bancada de situação já tinha encaminhado voto contrário através do líder do governo, o engomadinho Clayton Batschauer (PR), que estranhou na hora e pedinchou que a votação fosse refeita, seguindo o regimento interno. Com isso, foi rejeitada com cinco votos a favor e quatro contra.

Já tem…

A alegação do engomadinho Clayton é que já existe a comissão que trata do complexo portuário, autarquias e outros babados. Acontece que a oposição não participa e, portanto, não apita nadica de nada. A situação deita rola e ainda cabeceia. Só que a tal comichão, ops!, comissão não fede e nem cheira. Credo!

Só pra bizolhar

E, depois, o vereador Nikolas e o Paulinho Amândio (PDT) salientaram que o intuito seria de acompanhar as obras do Porto que estão a critério do governo federal. Ou seja, não tem porque temer uma CPE. Se alguma coisa ruim aparecesse, iria sobrar pro partido do Nikolas. Coisa estranha, né não!?

Cuspindo no prato?

O vereador do Vassourão, Elói Camilo da Costa (PMDB), foi de uma infelicidade sem tamanho ao dizer que estava votando com a situação e que Laudelino Lamim (PMDB) estaria cuspindo no prato em que tá comendo por votar pela aprovação da CPE, contra a vontade dos governistas.

Vaca de presépio?

Lamim devolveu a bobagem de Elói e ainda lascou que acreditava que, mesmo o parlamentar sendo um monstro e que ele (Lamim) era pequenininho, exigia respeito. Elói, infelizmente, reza pela cartilha de estar sempre caminhando a favor do vento. Apoiar mostra princípio e lealdade, mas ser eternamente vaca de presépio, assim num dá!

Pesquisa

Felipe Damo, presidente do PT de Itajaí, diz que o vereador Nikolas Reis e o deputado federal Décio Lima, segundo uma pesquisa interna, teriam 50% de votos pra federal na cidade. Sem contar os paraquedistas que devem abiscoitar votos em terras peixeiras. E que, se contar com essa tchurma, a vantagem sobe pra 60%.

Não relaxa

Já pra estadual, o ex-prefeito barbudinho Volnei Morastoni (PT) estaria na crista da onda. Ao contrário do que dizia a então ministra Marta Suplicy (PT), na célebre frase do “relaxa e goza”, Felipe Damo, afirma que o PT vê com bons olhos os números, mas não vai relaxar e pretende se estrebuchar no trabalho nos próximos meses.

Tô aqui!!!

O ex-candidato ao paço da Vila Operária, pelo PSol, Silvino Kanzler Neto, agora filiado ao PDT, andou tendo um lero com o Sodré para que se defina a possibilidade de ser candidato à Leleia ou à câmara Federal. O problema é que tem o Maurílio, o Mafra e o próprio Sodré na parada. É pra escolher no palitinho?

Com sono o dia todo…

Aliás, Marcelo Saldré deixou de acordar às 10h da manhã pra madrugar e estar logo cedo na fiscalização das obras do receptivo dos naviozões e do Natal no centrão de Itajaí. Primeiro, ele enche a buchada com um cafezinho gostoso na lanchonete da Beth, dispara umas fofocas e parte pra luta de bizolhar aqui e acolá…

Pega pra capar

O ex-vereador, arquiteto e nas horas vagas biruta de aeroporto, Tito Arruda, que se virou nos trinta junto com o ex-prefeito Amílcar Gazaniga pra que a cidade tivesse um Natal diferente no centrão, diz que pensaram em conjunto as questões daquela obra que resgata estabelecimentos marcantes. Ele viajou na noite de ontem pra China.

Se estrebuchar

É de se perguntar se o pessoal que tá trampando ali vai dar jeito nas coisas. Afinal, tem cabeça de bagre que só faz se for mandado. Não tem noção ou ação pra fazer a coisa acontecer. Lógico que não se pode generalizar. Será que o pessoal vai ter que bater um fio pro Tito pra ele resolver? Oh, dor! Oh, vida!

F… e mal pagos

Na coletiva com o homem dos galináceos, prefeito Jandir (PP), a única coisa citada na área de segurança foi a “inauguração da sede da secretária da (in) segurança”. O restante foi Codetran, Codetran e Codetran… Depois tem quem fique bufando quando se coloca o dedo na ferida.

A cara do pai…

Tal qual o ex-presidente tucano FHC, um ex-prefeito da região, só que de uma sigla contrária, vai ter que realizar o exame de DNA de um filho que fez fora do casamento. O homi não se continha. Não podia ver um rabo de saia que ficava ouriçado. Agora, toma que o filho – possivelmente – é teu. Que coisa, meu povo!

Puxadinho do Jandir

O alcaide dos pés de frango, JB, deixou o pessoal agoniado pra saber quem vai entrar na dança das cadeiras em dezembro. Uma situação dada como certa é que o Zé Alvercino deixa a Codetran e vai ser assessor especial do prefeito. No seu lugar entra o ex-chefão do órgão, o César do sindicato.

Batem pino…

Só a citação desse fato já faz estremecer as bases do governo nas siglas que formam a aliança. PP, PSDB, DEM, PPS, entre outros, ficaram doidos. Afinal, César viria pelo PMDB. Ou seja, a sigla entrou de cabeça, deixou passar os ombros e, agora abriu os braços, tomando conta do campinho… Eita coisa!

Vermelhinhos na urna

Os porralocas peixeiros escolhem, neste domingo, o novo mandachuva do partido. O escolhido por unanimidade será o Davi Coelho. Já em Camboriú, o ex-vereador Lucien Aguiar é outro que é consenso. Inclusive, na oportunidade, na Terra da Pedrada, os vermelhinhos vão oferecer um churrasquinho ao preço de 15 pilas e não 13, como gostariam alguns…

  •  
  • Categorias: JC

Deixe uma Resposta