• 27 jan 2010
  • Postado por Tiago

Carnaval da orla

Nos últimos dias, o prefeito da Maravilha do Atlântico, Edson Periquito (PMDB), passou horas resolvendo o problema do Carnaval. O homem-pássaro tem equipe, mas se aboleta e resolve tudo sozinho, com a anuência do seu vice, Cláudio Dalvesco. O alcaide quer detonar no Carnaval novamente. Ano passado, com apenas um mês e meio de governo, levou mais de 100 mil almas pro show dos garotões do Jota Quest.

Trapalhões?

Pro Periquito resolver estas questões, é fato que há muitos trapalhões no meio do caminho. Desde o fim do Carnaval passado, várias propostas e projetos desabaram sobre sua mesa, mas as excelências do Turismo não deram cabo pra buscar alguma solução. Aos 40 do segundo tempo surge o homi pra decidir tudo.

Homenagem à merda

Nesta quarta-feira, o líder do governo, presidente do PPS e dublê de novela mexicana nas horas vagas (ufa!), Claudir Maciel, promove sessão solene na casa do povo pra homenagear os 25 anos da implantação do esgoto sanitário em Balneário Camboriú. Presenças confirmadas do ex-governador Amin e do ex-prefeito Haroldo Schutz, ambos governantes que implantaram o cata-merda na cidade.

Pegando no pé do Poletti

O Democrata Afonso Burguer, o Poletti, procurador da casa do povo da Maravilha do Atlântico, foi muito cobrado ontem pelos companheiros de trabalho, pela informação da coluna de que seria o negociador entre o DEM e homem-pássaro para que a sigla desembarque no governo.

Nega tudinho

Poletti não suportou as gozações e pediu a amigos da imprensa para baterem um fio para este socadinho escriba e esclarecer que, se algum procurador está fazendo este papel, deve ser o da prefa da Maravilha.

Porteira fechada

Aliás, o DEM de Balneário realiza hoje uma reunião pra decidir se abraça a administração Periquito, a chegada ao poder e os critérios para esse aporte, assumindo, por exemplo, duas secretarias. Uma seria, a do Planejamento, como a coluna já explanou. A reunião deve ser a portas fechadas pra evitar os abelhudos.

OAB fervendo

A solenidade de posse da nova diretoria da OAB da Maravilha foi pra lá de quente. Não contou com nenhum dos vereadores com diploma de direito: Marquinhos (PMDB) e Angioletti (DEM). Tavam lá o Fabrício (PSDB) e o Hannibal (PP). O vereador Nilson Probst (PMDB) se retirou após um bate-boca com a presidente, Reti Popelier.

Que susto!

Como de praxe, a recém nomeada secretária de Educação, Christina Barichello (PPS), que representava o burgomestre, chegou atrasada e quase sofreu um acidente. A pink tropeçou no tamanco de salto enorme e quase caiu com a cara na chón. Ainda bem que foi só um susto.

É pau, é pedra…

A solenidade durou quase quatro horas e apenas três pessoas estrebucharam falação. Mas a nova mandachuva da OAB, Reti Popelier fez um discurso considerado agressivo em relação à diretoria passada. Reti anunciou que sobre este assunto já marcou reunião com os associados da OAB pra 1º de fevereiro.

Cumé qui é?

O ex-presidente Armando Lins, pra lá de elegante, espichou os zovidos, escutou as acusações e debulhou que tomará as providencias junto à dona justa pra que a presidente Reti se explique. Eita, coisa!

Bicos aprumados

Os emplumados peixeiros de Itajaí realizaram do nada uma reunião festiva, uma confraternização, na segunda-feira. Pelo que se sabe o festerê tucano local acontece na tradicional feijoada do bicudo, com camiseta vendida, caldinho de feijão, música, papo furado e encher de panças.

É pra rir ou chorar?

Ficou esquisito. Afinal, confraternizar o quê? O líder maior dos emplumados catarinenses tá em verdadeiro papo de aranha, indiciado por suposta corrupção passiva. Não tem o que celebrar. Só se for a fraquíssima atuação das secretarias do PSDB no governo do ex-homem dos galináceos, Jandir Bellini (PP).

Rejeição pesada

A ex-vereadora bonitona de Bombinhas, Paulinha (PDT), esteve na rádio Mariscal e debulhou em cima do prefeito Maneca do Quiosque (PP). Paulinha afirmou que Maneca teve uma rejeição de 70%, porque conseguiu apenas 2321 votos, e que tá representando uma democracia ridícula e minoritária. Credo!

O único que ruge…

O ex-candidato a prefeito de Itajaí, Silvino Neto (PDT), em entrevista ao programa Primeiro Jornal, da rádio Conceição FM, 105, 9, detonou com a administração Jandir Bellini (PP) e alardeou que o povo parece estar com saudades do ex-prefeito barbudinho Volnei Morastoni (PT).

Só quando…

Pra não perder o costume, o Silvino declarou em um blog que a Dalva, o Provesi e o Sodré só vão ser prefeitos de Itajaí quando os Rolling Stones vierem tocar no salão da Vila. E nominou o Pissetti, o Níkolas e ele próprio (Silvino) como os únicos capazes de serem guindados a prefeito. Lógico, sem pretensão nenhuma…

  •  
  • Categorias: JC

Deixe uma Resposta