• 13 maio 2009
  • Postado por Tiago

Paulada no bico…

O prefeito da capital do marisco, Penha, Evandro Eredes dos Navegantes (PSDB), tá inelegível. O Tribunal Regional Eleitoral não deu bola pro recurso que tentava reverter a rejeição de suas contas. Evandro não abriu uma conta bancária específica pra campanha, como reza a lei, e se deu mal. A votação foi unânime. Oh, dor! Oh, vida!

Vou saber…

O PTB reelegeu sua executiva no fim de semana. O presidente continua sendo o pastor Nilson de Oliveira e o vice é o Tito Arruda. Não estavam falando que a sigla ia sofrer intervenção? Será que o interventor não foi convidado pra intervir? Sei lá entende…

Do tempo da pink

O presidente do legislativo da Maravilha do Atlântico, Moacir Schmidt (PSDB), afirma que a história dos crachás foi ‘inventada’ no tempo da Christina Barrichello (PPS), e que todos os presidentes a seguiram. O chefão bicudo garante que é uma forma de manter a casa organizada e que os gabinetes têm um número ‘x’ de crachás. Se não tiver crachá quando o cidadão chegar ao legislativo, é porque o gabinete tá cheio e as pessoas vão sendo encaminhados por ordem de chegada.

Parece INSS…

Tudo bem, tudo certo, afinal, além de todas as considerações, o chefão da câmara fala que é uma “questão de segurança”. Ora, quando chega o tempo da eleição é quem mais pode chegar pertinho do eleitor, fazer eventos, comparecer em tudo quanto é ajuntamento pra pedinchar votos. Passou a eleição, a excelência excelentíssima se elegeu e agora preza pela segurança e por selecionar, deixar esperando, não atender ou atender quando bem entender. Então tá!

Pegando fogo

A coisa tá pegando fogo nas Piçarras. O outrora amiguinho de coração e vereador aliado, Ivo Fleith (PSDB), não gostou do projeto de lei complementar encaminhado pelo prefeito Umberto “Pinguim” Teixeira (PP) à câmara e foi ao programa do Juvan Neto, na rádio Aquarela, pra lascar o pau sem dó. Disse que o regime de urgência era irregular e que o povão não foi ouvido.

Bate & rebate…

O projeto prevê a inclusão das obras de Piçarras no novo Plano Diretor. Ivo debulhou ainda que o documento é uma cópia mal feita de projetos já criados em Pelotas/RS e Rio Negrinho/SC. Mas o ponto alto da entrevista foi quando Fleith disse que, na câmara de Piçarras, o seu colega de parlamento e partido, Ademar Galo (PSDB), classificou Umberto como um “psicopata político”. Umberto promete dar uma resposta à altura, também no programa do Juvan. Eita!

Um aqui, outro acolá…

O advogado Darlan Haussen Martins estaria, segundo os linguarudos de plantão, prestando consultoria na secretaria de Saúde e seu filho trampando na secretaria de turismo de Itajaí. Isso é nepotismo?

Pega pra capar

O projeto que prevê dar uma engordada no salário dos procuradores, enviado pelo executivo à câmara dengo-dengo, promete esquentar o legislativo.

Mais que o procurador?

Em Itajaí, essa história foi criada no governo Jandir Bellini, quando o Rogério Nassif Ribas era procurador. O governo Volnei Morastoni (PT) engrossou o caldo, dando mais vantagens ao pessoal da procuradoria. Tem um caso dum advogado da prefa que ganha quatro mil, mais quatro de honorários de sucumbência e mais três por estar no Instituto de Previdência de Itajaí. Ou seja, ganha mais que o procurador João Paulo Tavares Bastos Gama.

Explicando

O vereador Roberto Souza Júnior (PMDB) esclareceu que solicitou a presença do Maikon Guerios pra explicar sobre o projeto desenvolvido com a terceira idade, chamado de Balneário Camboriú Ativo, criado por Edson Periquito (PMDB). Júnior diz que tramita no legislativo um projeto pra criar programas esportivos pros veinhos e veinhas. E que a justificativa era que não tinha programas pra contemplar esse pessoal.

Perdeu a cabeça

As línguas estiradas contam a história da diretora da educação de Itajaí que teve a sua cabeça ceifada porque entregou a plantação de florzinhas pro maridão, o Acir Silvestrini. O homi tem uma empresa de jardinagem e faz parte da república da Itaipava e do Itamirim. Hummm…

Vai pra feira…

O prefeito Bob Carlos (PSDB), estes dias, ao atender em seu gabinete, mandou um monte de pessoas entrarem juntas pra que cada um falasse o que desejava na frente das outras. Parece Dias Gomes…

…comprar tomate…

O pior foi quando Bob atendeu um telefonema sobre a situação de uma rua que deveria ter sido calçada pelo seu antecessor, Moacir Alfredo Bento, o Ci (PMDB). Na tampa, na frente de senhoras presentes, Bob teria mandado o cara ir pra feira: “Vai comprar tomate cru! Você foi atrás do Ci!” Teve quem quisesse sumir. Eu, hein!

Sem sorte

Pela segunda vez o escritório de advocacia do chefão do PDT peixeiro, Marcelo Sodré, foi assaltado no edifício Catarinense. Desta vez levaram um malote com 50 mil reais, que seriam de seu pai. Que coisa!

Prender bandido de carro forte?

Os abençoados da segurança fizeram uma baita blitz na avenida Brasil, em Balneário. Tinha policial com escopeta e o caos no trânsito foi total. Parecia que queriam prender assaltante de carro-forte…

Aleluia!

O vereador Marquinhos, do PT navegantino, conseguiu fazer com que o seu projeto que reduz o salário do burgomestre de R$ 18 mil pra pouco mais de R$ 10 mil baixasse às comissões. Foi um parto…

  •  
  • Categorias: JC

Deixe uma Resposta