• 19 maio 2009
  • Postado por Tiago

Ironia do destino?

A troca de comando da PM na Maravilha do Atlântico ainda rende. A ordem veio de cima, mas acabou espirrando no lombo do atucanado vice-governador Leonel Pavan (PSDB). Nos bastidores, o emplumado anda meio zonzo com a polêmica e teria comentado, entre os mais chegados, a grande ironia que o destino lhe pregou.

Foi ele

Pavan lembrou que foi ele no passado que encaminhou a nomeação do coronel Albanir dos Santos e do tenente-coronel Edemir Meister pra BC. Pavan diz que na época recebeu uma bateria de críticas, porque Meister era considerado um estranho na cidade. E, agora, quando não teria nada a ver com o pato, também acabou criticado. É mole?

Quebrou o pau

Segundo Pavan, que tomou conhecimento da substituição apenas na última sexta-feira, a noitinha, a troca tava sendo articulada há uns 20 dias, mas ninguem o tinha avisado. E as explicações de que se tratava de um ato exclusivamente interno e militar, não foram suficientes pra acalmar o bicudo-mor.

Policiamento ostensivo

Ontem, fontes do comando da PM explicaram ao vice-governador que a substituição do comando local e regional parte de um desejo antigo da comunidade de ter um policiamento ostensivo. É pra dar sangue novo, já que o novo tenente-coronel Cláudio Robero Koglin, já trampou como tenente na cidade e conhece os macetes das ruas da Maravilha. Pois então!

Não cola…

O que não cola, segundo as línguas frouxas, é o fato de andarem espalhando que um dos motivos pra troca da cúpula do comando da PM local é a realização da passeata, coisa que os chefões da PM não queriam, mas não fizeram esforço pra evitar. O prefeito Edson Periquito (PMDB) também foi contra a manifestação. E se disse surpreso com a substituição. Já tem gente queimando os neurônios pra entender quem está falando a verdade ou se tem muitos “apenas jogando pra torcida de acordo com os rumos da bola”. Hummm…

Tá tudo certo?

O ex-prefeito de Piçarras, Leonel Martins (PSDB), correu rapidinho ao programa do Juvan Neto, na rádio Aquarela FM de Barra Velha, pra detalhar o rolo das contas de sua campanha. Leonel justificou que possuía uma conta do diretório e uma pessoal. Os R$ 67,40 que apareceram como gastos na conta seriam apenas taxas lançadas pelo banco.

Nos mínimos detalhes

Leonel ainda destacou que vai procurar este temente ao Altíssimo pessoalmente. “O JC é nosso amigo e vou conversar pessoalmente com ele pra mostrar o detalhamento das contas. Inclusive, o recolhimento do INSS de todos os nossos cabos eleitorais. Foi tudo transparente”, alegou Leãozinho.

Não entendeu…

Olha, sou amigo de todos e inimigo de ninguém. Posso até gastar meus parcos neurônios tentando entender as explicações do ex-prefeito Leonel Martins. O problema é que a dona justa eleitoral, mesmo com todas as explicações, não conseguiu entender… Ai, ai, ai que dor!

Para, né!

Eu morro e ainda dá tempo de ver cada merda... Reporto-me ao tal secretário de obras, Alessandro da Silva, da capital estadual do marisco, Penha, que não gostando de comentários na rádio Pérola FM inventou de ir até lá para dar uns catiripapos no radialista bocudo. O prefeito emplumado, Evandro dos Navegantes, (PSDB), tem que pegar esse secretário sem noção e lhe puxar as duas zorelhas. Coisa feiosa!

Faltou escrevinhar

Ontem, o socadinho escriba escrevinhou sobre o incêndio que detonou aquela Kombi em forma de cachorro do presidente da câmara de vereadores. Como além do ‘pau velho’ foi destruído outro veículo e detonado o galpão, o desassossegado Luiz Carlos Pissetti (DEM) decidiu aproveitar seu aniversário e fazer uma festança, cobrando o preço de R$ 10 por cabeça, pra ajudar o dono da lavação onde se encontravam os veículos.

Pau continua roncando

O pau vai continuar roncando no ex-aquário peixeiro. A oposição tá verdadeiramente enlouquecida com o que anda acontecendo no governo do homem dos galináceos, prefeito Jandir Bellini (PP). Oposição pretende mirar na cabeça de secretários que andam fazendo uma burrada atrás da outra. Além de nomes que já chegaram com problemas no governo.

Muda ou não muda?

O alcaide JB anda confidenciando para interlocutores privilegiados que pretende mudar as peças no seu jogo de xadrez. Que vai, sim, fazer mudanças no seu secretariado e espantar a desgraceira dos escândalos das empreiteiras que rondam seus primeiros meses de governo. Faça isso e rápido, Bellini, antes que a lama chegue às portas do paço da Vila Operária.

Meu “pirão” primeiro…

O pior é que JB abriu a porta pros amigos, ao pessoal da república do Itamirirm, ao esquema de que farinha pouca meu “pirão” primeiro. Ou seja, na mesa em que comem, comemoram ou brindam com JB, muitos de seus amigos, conhecidos dos seus amigos, podem ter filhos, mulheres, noras entre outros por trás de empreiteiras que estão mamando nas tetas do governo.

Incompetência

Só uma palavra define a quase tragédia do outro lado da vala, em Navegantes, com um parque de diversões fuleiro, quando um cabo da roda gigante se desprendeu e por pouco a geringonça se despingola. Incompetência!

  •  
  • Categorias: JC

Deixe uma Resposta