• Postado por Tiago

Ahmadinejad trouxe a pomba da paz. Mas ninguém viu porque ela tava de burca!

BUEMBA! BUEMBA! Macaco Simão Urgente! O esculhambador-geral da República! Direto do País da Piada Pronta! Grafite em Pouso Alegre: ‘Eu sou o Édipo da mãe dos outros!’. E a pesquisa nos presídios de São Paulo: 5% querem a liberdade e 95% querem a Libertadores! Rarará! E o melhor jogador do Brasileirão é o TED. Transferência Eletrônica de Dinheiro!

Milagre! O Lula conseguiu pronunciar o nome do presidente do Irã! Mahmoud virou BARHBOUD! Companheiro BARBUD! E o Lula agora tá fazendo trocadilho? Em vez de urânio, falou IRÂNIO! Gênio! Rarará! E vou divergir da maioria: o Lula tinha que receber o presidente do Irã, SIM! Negócios! Você acha que um vendedor de shopping vai deixar de vender televisão porque o cliente bate na mãe? ‘Ah, não vou vender essa televisão pro senhor porque o senhor bate na mãe.’ E o iraniano é tão pacífico que o nome começa com Arma! Ahmanucleardinejad.

E o chargista Dalcio revela que o Ahmadinejad trouxe a pomba da paz. Ninguém viu porque ela tava de burca. A pomba da paz tava de burca! E ele é o Bush do islã! E combo pra assistir ‘Lula, o Filho do Barril’: churrasquinho de gato com uma branquinha. E eu vou ligar pro Zé do Caixão pra encomendar um filme do Serra; ‘Serra, o Filho das Trevas!’

E a ironia do destino, a tragicomédia: recebi uma foto da enchente no Rio Grande do Sul com um único estabelecimento aparecendo: AQUÁRIOS BAR! Dica de lanchonete pra enchente: Bar Aquarius! Pior foi o muro pichado que eu vi numa enchente em São Paulo: ‘Favor não urinar no muro!’. Rarará!

E os buracos de Sampa? Toda vez que aparece um buraco novo, o Kassab (ops, Taxab) vai conhecer: ‘Muito prazer, seu buraco. Espero que tenhamos uma amizade pacífica e DURADOURA’. E reparou que o Lula tá com mania de dar dois abraços nos chefes de Estado? Tipo preto velho. Abraço de macumba. Não bastavam aqueles dois beijinhos cariocas? É mole? É mole, mas sobe. Ou, como disse aquele outro: é mole, mas rela pra ver o que acontece.

Antitucanês Reloaded, a Missão. Continuo com a minha heroica e mesopotâmica campanha Morte ao Tucanês. Acabo de receber mais um exemplo irado de antitucanês. É que em Sampa um camelô estendeu a faixa ‘Temos Shrek DUBRADO!’. Rima sonora. E é o mesmo que dubrou o Lula? Mais direto, impossível. Viva o antitucanês! Viva o Brasil!

E atenção! Cartilha do Lula. O Orélio do Lula. Mais um verbete pro óbvio lulante. ‘Arbítrio’: juiz que apita o Brasileirão! O lulês é mais fácil que o ingrêis. Nóis sofre, mas nóis goza. Hoje só amanhã. Que eu vou pingar o meu colírio alucinógeno!

  •  

Deixe uma Resposta