• Postado por Tiago

Esse é o grito de guerra dele; se houvesse antidoping de Viagra, a novela seria suspensa

Buemba! Buemba! Macaco Simão Urgente! O esculhambador-geral da República! Direto do País da Piada Pronta! É que um amigo meu foi se casar no cartório de Perdizes e adivinha o nome da escrevente? Claudia CARRASCO! É o que eu digo: não é vocação, é predestinação! Os Predestinados! E um deputado do PMDB se chama Gastão! O resto se chama Ganhão!

E eu tenho uma amiga tão baixinha, mas tão baixinha que foi colocar o O.B. e tropeçou no barbante!

E, com o fechamento da Afundação Sarney, todos os fantasmas voltam pro Playcenter!

E o Zé Mayer que engravidou a Taís Araújo e a Giovanna Antonelli? Se houvesse antidoping de Viagra, a novela seria suspensa. Esse é o grito de guerra do Zé Mayer: ‘Ou Vai ou Viagra!’. Rarará!

E um amigo meu estava chegando no Rio pela Dutra quando viu essa placa de humor negro: ‘Rio de Janeiro. Queimados. Siga Reto!’.

É hoje! Vou ganhar na Mega-Sena! Se eu ganhar, desligo o celular e deixo o recado: ‘Não posso atender agora porque estou passeando de barco e a maré tá alta’.

O que você faria se ganhasse na Mega-Sena? 1) Compro a Ilha de Caras. Convido todos os malas da TV. E cerco a ilha pra nunca mais encherem o saco. 2) Faço vasectomia. Não pago pensão nem pro cachorro. 3) Compro o passe do Cristiano Ronaldo pra ele bater um bolão lá em casa!

E ganhar na Mega-Sena é bom porque você não precisa nem fazer lipo, nem botar peito e nem tirar bunda. Você continua um bagulho, mas todo mundo quer transar com você. Não precisa encolher a barriga na hora de transar. UFA! Só isso já vale a aposta! E um cearense ganhou na Mega-Sena, chegou em casa animadérrimo e disse pra mulher: ‘Arruma tuas malas que eu ganhei na Mega-Sena’. ‘Boto roupa de inverno ou de verão?’ ‘As duas, porque tu vai de vez.’ Rarará! É mole? É mole, mas sobe! Ou como disse aquele outro: é duro, mas desce!

Antitucanês Reloaded, a Missão! Continuo com a minha heroica e mesopotâmica campanha Morte ao Tucanês. Acabo de receber mais um exemplo irado de antitucanês. É que tem um amigo que chegou da República Tcheca e viu um papel higiênico chamado Grand Finale. Mais direto, impossível! Viva o antitucanês! Viva o Brasil!

E atenção! Cartilha do Lula! O Orélio do Lula. Mais um verbete pro óbvio lulante. ‘Manada’: um monte de mano em disparada, em direção ao jogo do Corinthians.

O lulês é mais fácil que o ingrêis. Nóis sofre, mas nóis goza. Hoje só amanhã. Que eu vou pingar o meu colírio alucinógeno.

  •  

Deixe uma Resposta