• Postado por Tiago

A confusão em que o dono do Bahamas, o puteiro mais conhecido e chiquetoso de São Paulo, se envolveu em Balneário Camboriú no início do mês, pode colocá-lo divolta atrás das grades. Oscar Maroni Filho tem uma renca de pendengas com a dona justa e não poderia mais envolver-se em confusão. No dia sete de maio, ele foi preso na Maravilha do Atlântico depois de ameaçar dar uns sopapos em sua ex-mulher gostosona, e acabou liberado após pagar fiança.

O empresário da putaria tava em liberdade provisória, acusado de exploração de prostituição, tráfico de pessoas e formação de quadrilha. Assim que o promotor José Carlos Blat, de São Paulo, soube da treta em que Maroni se envolveu por estas bandas, resolveu pedinchar à 5ª vara criminal de Sampa a volta do playboy à cadeia.

O dotô alegou que a condição imposta a Maroni pra permanecer solto era ser um bom menino, o que ele não foi quando ameaçou sua ex, a modelo Vivian Milczewsky. Na depê da muié, a moçoila contou que ela e o empresário discutiram por causa de sua caranga, que teria sido guentada pela puliça porque tava com licenciamento atrasado. No meio do bate-boca, o valentão tentou enchê-la de porradas.

O promotor diz que se Vivian representar contra Maroni na justa, ele volta pra trás das grades.

  •  

Deixe uma Resposta