• Postado por Tiago

INTERNA-ABRE-PAG-22---s---kely-slater---divulgação

Melhor do planeta vai reencontrar as ondas da praia da Vila

A torcida catarinense terá mais uma chance, que poderá ser a última, de ver competindo ao vivo o maior ídolo do surfe mundial de todos os tempos. Kelly Slater está confirmado no Hang Loose Santa Catarina Pro, que tem previsão de começar às 7h de sábado, na praia da Vila, em Imbituba. As previsões são de grandes ondas pro fim de semana e o norte-americano, eneacampeão mundial, foi escalado na quarta bateria da fase classificatória. Keris Leiti abre a apresentação das principais estrelas no campeonato.

O único bicampeão da etapa brasileira na Santa & Bela, o australiano Mick Fanning, cai na água após a estreia de Slater. Na sequência, vem o defensor do título em Imbituba, o também australiano Bede Durbidge. O melhor brasileiro no ranking deste ano, Adriano de Souza, o Mineirinho, atual quinto colocado, vai pro mar na sétima bateria. Depois será a vez do líder Joel Parkinson, do vice Taj Burrow, ambos da terra do canguru, e do americano C. J. Hobgood, todos fortes candidatos ao título.

Apenas cinco surfistas podem tirar Joel Parkinson da ponta do ranking pela primeira vez no ano, mas a etapa brazuca é só a quarta das 10 programadas. Os únicos com chances matemáticas de assumir a dianteira são: Burrow, Fanning, Hobgood, Mineirinho e o sul-africano Jordy Smith.

Forma de disputa

Os 48 competidores serão divididos em 16 baterias na rodada de apresentação. Os vencedores avançam direto pra terceira fase e a segunda fica formada pelos perdedores. Eles têm nova chance de classificação na repescagem, já em duelos homem-a-homem, sistema que prossegue até a grande final.

Neco quase lá

O catarinense Neco Padaratz está ansioso pra entrar na disputa da etapa brazuca. O fato pode rolar porque o norte-americano Patrick Gudauskas desistiu do convite, pois vai disputar uma etapa do WQS. A vaga então foi repassada pro australiano Yadin Nicol, mas o cara ainda não deu resposta. Caso ele não confirme até hoje, o barriga-verde estará dentro.

Neco fazia parte da elite no ano passado, mas sofreu uma contusão e parou pra se recuperar de dores crônicas nas costas. Ele só voltou a competir depois de ficar nos trinques e disputou uma etapa do WQS na Califórnia e do SuperSurf na Bahia, ainda buscando o melhor ritmo de competição.

Recordes

A etapa em Imbituba terá a maior participação estrangeira da história no Brasil. O recorde era de 40 na primeira edição da divisão de elite, em 1992, e agora 41 já estão confirmados. Por outro lado, será a etapa com menos brasileiros, apenas seis, ou sete se Neco ganhar a última vaga. Os confirmados são os três da elite, o paulista Adriano de Souza, o paranaense Jihad Khodr e o cearense Heitor Alves, além dos convidados Guilherme Ferreira (SC) pela Federação Catarinense de Surfe, Bernardo Pigmeu (PE) pela Hang Loose e o campeão brasileiro Gustavo Fernandes (RJ).

  •  

Deixe uma Resposta