• Postado por Tiago

O laboratório central de saúde pública (Lacen) irá investir meio milhão de reales pra adequar suas instalações na capital pra realizar o exame da gripe porca. A administração do Lacen espera iniciar este trabalho em 30 dias e agilizar o diagnóstico em até 48 horas. A grana também servirá pra comprar equipamentos pra identificar a peste. “Estamos trabalhando com a perspectiva de que ainda em agosto a gente comece a fazer o diagnostico aqui. Na última semana trabalhamos no sentido de viabilizar a compra de equipamentos e insumos que são importados”, explica o administrador do Lacen, João Daniel. Como os equipamentos são importados, o administrador acredita que o material seja entregue em 20 dias.

O ministério da Saúde concordou com a realização dos exames na Santa & Bela. O mesmo aval já foi dado ao Rio Grande do Sul e Paraná. “Hoje os exames de todo o estado são encaminhados para Florianópolis para depois irem para o Rio de Janeiro, para a Fiocruz. Os resultados têm demorado duas semanas para ficar prontos”, explica.

Técnicos do Lacen catarinense vão pro Rio da Janeiro na semana que vem. Passarão por treinamento na Fiocruz pra aprender direitinho a como isolar o vírus e analisar as amostras. O último boletim divulgado pela secretaria estadual de Saúde confirma a morte de três pessoas pela gripe suína na Santa & Bela.

  •  

Deixe uma Resposta