• Postado por Tiago

Os mototaxistas que atuam na Penha finalmente vão sair da ilegalidade. A proposta que regulariza e pede a fiscalização do serviço foi aprovada pelos vereadores da Terra do Marisco, sem ninguém ter chiado. Agora, só falta aquele canetaço do prefeito Evandro dos Navegantes (PSDB) pro serviço começar a ser de primeira.

O projeto de lei foi criado pelo vereador Rogério Pedro Gomes (DEM), da bancada de situação. Ele acredita que, com a regularização dos mototaxistas, a galera que não tem acesso a ônibus, em diversos horários, vai ter mais tranquilidade pra usar as motocas. Todos os vereadores votaram a favor.

“Como os mototaxistas já estavam atuando na Penha, achei por bem tentar regularizar. E, com as normas, eles vão ter que usar coletes, colocar protetor do cano de escape e fazer vistoria a cada seis meses”, explica Pedro. O vereador ainda comentou que esta não foi a primeira vez que se falou em regularização do serviço. “Mas os taxistas acabavam colocando muita pressão, e os vereadores que começavam com a proposta acabavam balançando e retirando o projeto”, revela.

Ponto central

Atualmente são apenas cinco mototaxistas atuando na Penha. Eles vão ficar num ponto da avenida Eugênio Krause, no centro. “Além de serem regularizados, eles mesmos vão fiscalizar se outros mototaxistas estão trabalhando na irregularidade e denunciar”, acredita Pedro. Por enquanto, segundo o projeto de lei, apenas cinco motoqueiros vão trampar. Vai ser um mototaxista pra cada 4500 habitantes. E como a City do Marisco tá com mais ou menos 23 mil habitantes, só se a população aumentar muito será colocado mais um trabalhador.

Como o projeto ainda não foi sancionado pelo prefeito Evandro, a prefa não sabe como vai rolar a fiscalização.

  •  

Deixe uma Resposta