• Postado por Tiago

INTERNA---calçada-da-vila_foto_leitor-(1)_thumb[1]

Pra passar por ali, tem que enfrentar a sujeirada e a buracada

O leitor André Tácito reclama que é uma verdadeira aventura caminhar numa parte da calçada da rua Alberto Werner, na Vila Operária, em Itajaí. ?Eu, assim como todos os que transitam por essa calçada, em especial idosos e deficientes, merecemos o respeito do poder público. Meu IPTU está em dia?, discursou. O passeio, que tá entupido de lixo, fica defronte a um terreno baldio na quadra entre as ruas João Gaya e Alfredo Tropowiski.

André explicou que a calçada, além de mal feita, tá cheia de buracos, mato acumulado, lixo jogado e até alguns restos de concreto do que restou do piso. O leitor tá ainda mais cabreiro porque vários fiscais da prefa, que trampam ali pertinho, veem a palhaçada mas não tomam nenhuma atitude.

Mas a cabreirice de André não é só com a prefa. Também tá fulo da vida com o dono do terreno, que não dá um jeito no problema. ?É nossa obrigação a construção de calçadas na frente de nossa propriedade?, afirmou.

Tem que limpar ou será multado

Paulo Praun, secretário de urbanismo da prefeitura peixeira, confirmou que é dá responsa do dono do terreno manter a calçada em bom estado. A mesma regra vale pros terrenos baldios. O proprietário tem que mantê-los limpinhos, limpinhos.

Se o dono não cumprir as exigências da prefa, ele é notificado e tem um mês pra fazer a limpeza. Caso o teimoso não obedeça a intima, vai ter que pagar uma multinha. A grana serve pra cobrir a despesa que a secretaria de obras terá pra dar a garibada no lugar que tá sujo. ?A gente faz isso em alguns casos, quando é mais grave?, explicou Praun.

Quer denunciar?

O povão que der de cara com algum terreno atulhado de lixo ou com calçadas atravancadas pode denunciar na secretaria de urbanismo, que fica na rua Alberto Werner, número 100, na Vila. Os reclamos também são recebidos pelos números 3341-6175 ou 3341-6076, ou no emeiu smu@itajai.sc.gov.br.

  •  

Deixe uma Resposta