• Postado por Tiago

Era quase meio-dia de ontem quando os vermelhinhos de Itajaí foram chamados para mais uma ocorrência de queimadura em criança na cidade. Desta vez, foram atender Isadora Caldeira de Borba, de três aninhos, que tomou um banho de óleo quente na cozinha de casa. A moradora da rua José Gripino, no bairro Fazenda, tava perto do fogão quando foi atingida por uma frigideira de óleo.

A família ligou pros bombeiros que deu os primeiros socorros pelo telefone. Enquanto uma equipe se mandava para atender a criança, um dos vermelinhos orientava os familiares a botarem Isadora debaixo de água corrente, já que ela queimou o rosto e o pescoço.

O soldado do Corpo de Bombeiros de Itajaí, Eliezer Cardoso, conta que este primeiro procedimento diminui muito as chances do anjinho ficar com cicatrizes do acidente.

Quando chegaram na casa, a queimadura de segundo grau já estava amenizada e os vermelinhos levaram a criança pro hospital Pequeno Anjo, para ser atendida médicos especializados.

Alô dos vermelhinhos

Como este tipo de ocorrência já virou rotina em Itajaí, os bombeiros da city peixeira mandam um alô pros leitores que têm criançada em casa, para que o número de queimaduras diminua na região. Eles alertam que as ocorrências mais comuns envolvem água quente perto do fogão e produtos químicos, como a soda cáustica.

Para evitar acidentes, Eliezer alerta às donas de casa a deixarem os cabos das panelas virados pra dentro do fogão e nas bocas de trás, evitando que os pequenos puxem e acabem queimados. Já os produtos químicos, geralmente de limpeza, o ideal é sempre deixar em lugares altos, onde os anjinhos não tenham chance de alcançar. Se a cagada já aconteceu, os procedimentos de primeiros socorros também são importantes para evitar danos maiores nas crianças.

Nos casos de queimaduras de primeiro e segundo graus, depois de chamar os bombeiros o correto é afastar a vítima do lugar onde se queimou, colocar o ferimento embaixo de água corrente e encaminhar pro hospital. No caso de queimaduras de terceiro grau, invés de água corrente, um pano úmido no local é o indicado.

A distinção dos graus de queimaduras também é simples. Nas de primeiro grau o local atingido fica vermelho e a pessoa sente muita dor. Na de segundo grau a dor é a mesma, mas o local enche de bolhas. Na mais perigosa de todas, a pessoa não sente dor e o lugar fica escurecido ou branco, já que as terminações nervosas foram atingidas.

  •  

Deixe uma Resposta