• Postado por Tiago

INTERNA-9-BASE-g---gripe-suina---governador-luiz-henrique-da-silveira-foto-rubens-flores-11ago09

LHS ficou bravo com a suspensão de aulas

O governador Luiz Henrique da Silveira (PMDB) garantiu esta terça-feira que a gripe suína tá controlada no estado. De acordo com o chefão da Santa & Bela, os casos da peste registrados até agora não servem como referência pra suspensão das aulas ou outras atitudes mais drásticas pra tentar impedir a proliferação do vírus H1N1. ?As informações prestadas pela secretaria da saúde são de que os casos de gripe este ano não são superiores aos anos anteriores. Faço um apelo aos prefeitos para que não suspendam as aulas até porque diferentemente dos outros vírus, este não está se manifestando mais em crianças e idosos, mas em pessoas de 25 aos 50 anos?, garante LHS.

O governador criticou a postura da prefa de Tubarão, que desde segunda-feira suspendeu o ano letivo, o que foi seguido também pelas escolas particulares, pela Unisul e por alguns serviços públicos, como o cartório eleitoral. Ontem foi decretado estado de emergência na city, com a assinatura dum decreto que proíbe aglomerações, incluindo missas, baladas e encontros em locais fechados que reúna muita gente.

?E os pais destas crianças também foram dispensados do trabalho? Com quem ficam estas crianças? Melhor é a criança em sala de aula e se houver alguma delas resfriada, que seja encaminhada ao serviço médico. Só devem ser canceladas as aulas se houver uma incidência muito alta. Mas ainda não há situação alarmante?, reforça.

O governador lembra que o importante pra evitar a proliferação do vírus é seguir as condutas indicadas pela turma da saúde. ?As pessoas que tenham uma gripe qualquer evitem contato público. Para evitar o contágio em alguns casos, determinamos que as professoras grávidas sejam dispensadas do trabalho. Nos outros serviços onde houver funcionária grávida, que ela seja remanejada para um local onde não há concentração pública ou atendimento ao público?, orienta o governador.

Medidas

LHS garante que o governo manterá em alerta a comissão criada ontem. A tropa irá avaliar permanentemente a situação da gripe suína no Estado. ?Quero tranquilizar a população de que o Estado está abastecido de medicamentos. Não vai faltar remédio para ninguém. Temos a rede municipal e estadual de saúde e acredito que não faltarão profissionais para atender às pessoas?, diz LHS.

O governo garante que há estoque de Tamiflu, medicamento usado pra tratar pacientes com gripe porca. Ainda esta semana, mais de 13 mil caixas do medicamento serão entregues ao estado pelo Ministério da Saúde.

Fora isso, o governo liberou pras cidades com até 100 mil habitantes R$ 40 mil e pras com maior população R$ 80 mil. A grana é pra ser investida na contratação de profissionais pra trampar nos centros de triagem. Ainda há no caixa mais de R$ 3 milhões que poderão ser usados a qualquer momento ou enquanto o surto da gripe durar.

Na corte

O secretário da saúde, Dado Cherem, o diretor da vigilância epidemiológica, Luiz Antônio Silva, e secretários estaduais do Rio Grande do Sul e do Paraná tiveram ontem um encontro com o ministro da saúde, José Gomes Temporão. O encontro em Brasília deu segurança às otoridades de que o estado tá adotando as medidas corretas pra tentar conter o porcalhão do vírus. ?A reunião foi muito esclarecedora e saímos de lá convencidos de que estamos no caminho certo, priorizando três frentes de trabalho: a prevenção através da disseminação de informações sobre o assunto, o diagnóstico precoce da gripe A e o tratamento adequado?, afirmou Dado.

A ida da comitiva à corte também serviu pra garantir a liberação de grana extra pra que o aumento de atendimentos e internações por conta do surto da gripe possa ser bancado.

  •  

Deixe uma Resposta