• Postado por Tiago

segunda-nove-luiz-henrique-da-silveira-e-pavan

LHS e Pavan tão com a corda no pescoço!

O governador Luiz Henrique da Silveira (PMDB) disse na manhã de ontem que não tá preocupado com o julgamento que será realizado às 19h de hoje no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). LHS pode perder o mandato e ficar inelegível por três anos se os magistrados acatarem a denúncia da coligação Salve Santa Catarina. A turma do candidato derrotado na eleição de 2006, Esperidião Amin (PP), alega que o governador cometeu crime de abuso econômico e uso irregular dos meios de comunicação.

O chefe do executivo estadual não acompanhará a sessão porque estará participando de uma palestra em Joinville. ?Meus advogados é que vão estar lá. Tenho total tranquilidade em relação a este fato porque nunca cometi nenhuma irregularidade. Inclusive dei exemplo ao país ao renunciar ao mandato?, diz LHS, lembrando que se afastou do cargo para concorrer à reeleição.

O governador tem tanta confiança de que os ministros do TSE vão votar a seu favor, que não passa pela cabeça dele deixar o governo. ?Não acredito em decisão desfavorável, até porque todas as decisões aqui em Santa Catarina, inclusive no TRE, foram favoráveis a nós. Em qualquer circunstância, o trabalho continua?, reforça.

O vice-governador Leonel Pavan (PSDB) tá em Brasília desde terça-feira e confirma que vai participar da sessão. O tucano, que teve o nome incluído no decorrer da discussão do caso pelos ministros do TSE, acredita que nem ele nem LHS sairão prejudicados do processo. Ele não esconde, porém, que tá meio borrado de medo. ?Eu era senador e o Luiz Henrique renunciou ao cargo de governador. Estes são dois argumentos fortes que me levam a acreditar que o julgamento nos será favorável?, comenta. É esperar pra ver.

  •  

Deixe uma Resposta