• Postado por Tiago

abre-p2-capa_ilhota

Sapatinho de criança morta no soterramento

A modelista e fotógrafa Maristela Pereira reuniu um material tão rico sobre a catástrofe no Morro do Baú, em Ilhota, onde 15 pessoas perderam a vida em novembro passado, que não conseguiu guardar só pra si. Em janeiro, ela se sentou para contabilizar as quase quatro mil fotos e os depoimentos dramáticos que colheu das vítimas e percebeu que tinha em mãos um dos melhores registros sobre o cataclisma que se abateu sobre o município. O livro ?Ilhota, 23 de Novembro ? o diário de uma tragédia? já foi lançado em Gaspar e Ilhota. Na quinta-feira, será lançado em Blumenau, na livraria Catarinense.

Maristela conta que sempre teve por hábito sair com sua câmera pela cidade, fazendo registros que poderiam ser úteis para a memória de Ilhota no futuro. Mal sabia ela que o presente iria atropelar seu sossegado passeio. Quando a chuva começou a inundar as ruas, lá estava Maristela registrando tudo, e quando veio a informação da situação caótica no Morro do Baú, ela não teve dúvidas: pediu para acompanhar o resgate das vítimas, junto com os bombeiros, de helicóptero. ?Realmente, era um cenário de guerra?, relembra.

A fotógrafa disse que sempre foi apaixonada pelo local, que tinha derretido como um sorvete, arrastando casas, animais e vidas humanas. ?Depois disso, fui muitas vezes ao Baú, vi e ouvi muitas coisas. Chorei muito nesses dias, não tinha como conter a emoção diante de tanta destruição, tanta lamentação e tantas vidas encerradas em questão de minutos?, recorda.

Ela conta que para chegar lá, Maristela convocava alguns amigos, que iam de carro até o Belchior, um bairro de Gaspar. Depois, era preciso caminhar cinco, oito, até 20 km num único dia. Todos movidos pelo inusitado da situação e registrar como aquele lugar idílico tinha sido devorado. ?A cada passo que dávamos, ficávamos ainda mais surpresos. Era inacreditável o que víamos?, declarou.

Para o livro, que ficou pronto em um mês e meio graças ao patrocínio da empresa da família, foram selecionadas 300 fotos. Uma das 108 histórias que mais arrepia a modelista é a de seu José Altino Fischer. ?Sua mulher já tinha morrido e uma das filhas ficou soterrada, mas ainda estava viva. Eles ficaram de mãos dadas a madrugada toda, e ela dizendo que iria cuidar do pai, mas de manhã, não resistiu?, relata. Quem quiser adquirir o livro, que custa R$ 69, pode mandar um e-mail para maristelapereira222@hotmail.com ou ligar para o telefone 9979.0621.

  •  

Deixe uma Resposta