• Postado por Tiago

casa6

A casa do seu Nino agora é sede de uma construtora

Os casarões das antigas famílias prósperas da cidade que ainda não deram local a um edifício, têm tido como destino a locação comercial. Além da casa de seu Abílio Ramos, outra casa-símbolo da cidade, a antiga morada do seu Nino da Femepe, hoje abriga uma construtora.

A casa, com mais de 1200 m2 de área construída, e com quatro pisos (um subterrâneo abrigava a adega de seu Nino), hoje é a sede da Construtora Mendes Sibara. O casarão tem saída para três ruas centrais: a Lages, a Lauro Muller e a avenida Beira Rio.

Há quatro anos, seu Nino abriu mão da casa confortável, com amplos jardins e piscina, e mudou-se para um apartamento na mesma avenida.

O gerente comercial da Mendes Sibara, Eduardo Crizel, conta que a antiga mansão do seu Nino sofreu algumas reformas para hoje abrigar a sede da construtora. ?Há 22 funcionários trabalhando aqui. Fizemos algumas adaptações, mas escolhemos esta casa pela excelente localização?,conta.

A locação da casa de seu Nino, ao invés de sua derrubada para dar espaço a um edíficio, é explicada pela legislação da cidade. ?O atual plano diretor de Itajaí não admite construções maiores de três andares na avenida Beira Rio?, lembra o gerente da Mendes Sibara.

Em áreas do centro histórico de Itajaí, a legislação, contudo, não faz esta reserva. Cada casa a ser preservada teria que ser tombada individualmente. Desta forma, como os processos são, na maioria das vezes, longos e burocráticos, os proprietários acabam derrubando os casarões antes do tombamento, o que os obrigaria a preservar a casa.

Pra só falar nos casos mais recentes, foi ao chão a antiga casa do seu Aldo Mussi, um sobrado histórico na rua Lauro Muller, e a centenária casa de Guido Miranda, esta na rua XV de Novembro. Ambos os terrenos abrigam, agora, obras de edifícios.

  •  

Deixe uma Resposta