• Postado por Tiago

abre-brinquedos-na-loja-boomerang---foto-Felipe-VT-06

As gatinhas ficam fissuradas pela grande variedades de Barbies

Se depender dos lojistas, não vai faltar brinquedo pras crianças se esbaldarem no dia dedicado à elas, na próxima segunda-feira. Com o bolso forrado com o pagamento, pais e mães saíram a campo na cidade peixeira pra ver se dá pra realizar aquele sonho de consumo dos pequenos sem quebrar o orçamento. Pesquisar é sempre a melhor dica porque se encontra muita diferença de preço por aí, não só de produtos da mesma marca, como produtos similares que custam bem menos porque não pagam royalties.

Royalties são os direitos que são pagos à indústria que fabrica brinquedos ilustrados com personagens de desenho animado, como o Homem-Aranha, Batmam e a coqueluche do momento ? o Ben 10. O personagem do desenho que passa no SBT é tão popular entre os meninos que se acha de um tudo com sua estampa: relógio, bonecos de todos os tamanhos, minirrádio, visor de ET, teclado, boliche, chaveiro, walkie-talkie, laptop e carrinho de todo tipo. O chaveiro é o item mais barato ? R$ 9,99, e o laptop o mais caro ? R$ 149.

No caso da Barbie, que tá há mais de 50 anos na praça, a missão de se reinventar pra continuar vendendo que nem água deu origem às séries ?praia?, ?três mosqueteiros? e ?princesa?. A Barbie de praia é mais desencanada, sem grandes produções, apenas um top com short e uma prancha de moreybug. A simplicidade também tá no preço: a partir de R$ 24,99. As demais têm vestidos com tecidos nobres, bordados, com coroa e tudo. Não saem por menos de R$ 89.

No caso das bikes, os royalties também pesam. Se for com desenho de Homem-Aranha, o mesmo modelo aro 12, para os pequeninhos, pode custar o mesmo que o aro 16 ? R$ 199, da marca Bandeirante. O modelo da Barbie, por exemplo, custa R$ 349 nas Lojas Americanas, e o mesmo tamanho, mesma cor, mas da marca Gatinha, tá em promoção por R$ 199. Mesmo preço da Ecoroad, alternativa para os pais dos garotos não gastarem os tubos.

E mesmo em tempos de videogame, há espaço para os tradicionais jogos de tablado, que reúnem a família e os amigos. Os mais em conta são os jogos de xadrez, trilha e dama ? a partir de R$ 11,39, até os mais sofisticados, como o War, que pode chegar a R$ 130. Aliás, o jogo de guerra da Estrela ganhou dois novos modelos: estratégia e império romano. Mesma coisa com o Jogo da Vida, que também tem três tipos diferentes, a partir de R$ 77,99, assim como o Banco Imobiliário. O Soletrando, do Luciano Huck, é o caçula dos brinquedos de tablado, e tá entre os mais procurados. Todos têm uma atração extra: deixam a gente mais inteligente.

  •  

Deixe uma Resposta