• Postado por Tiago

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) quer evitar que a equipe de governo se desmobilize neste último ano de mandato, por conta das eleições. Este será o puxão de orelha que o barbudinho vai dar nos seus abobrões, na primeira reunião ministerial deste ano, marcada pra quinta-feira. O outro ponto de interesse do presidente é discutir o começo da segunda etapa do plano de Aceleração do Crescimento, o PAC 2.

Ontem, na reunião com os ministros de sua equipe de coordenação política, Lula tratou da preparação da reunião ministerial. Segundo o ministro de Relações Institucionais, Alexandre Padilha, na reunião ministerial o presidente também fará uma avaliação das ações implementadas em 2009.

O ministro destacou que, na avaliação de Lula, o fato de o Brasil ter superado a crise internacional não é motivo pra desmobilizar as equipes que atuam nesta área. “A continuidade das ações é necessária para que o país mantenha o ritmo acelerado de crescimento e das ações sociais”, lascou Padilha.

Em março, o presidente deve anunciar o lançamento da segunda etapa do PAC 2. O objetivo, explicou o ministro, é garantir que os programas já implementados ou em andamento sejam preservados a partir de 2011. Uma das orientações do presidente, nesta segunda etapa do PAC, é que sua equipe analise medidas específicas pras regiões metropolitanas, como saneamento básico e tratamento de resíduos sólidos. Padilha destacou, ainda, que o presidente quer a incorporação, no PAC 2, dos investimentos orçamentários previstos pra área de ciência e tecnologia e de universalização e democratização da internet.

  •  

Deixe uma Resposta