• Postado por Tiago

A rede de TV árabe Al Jazeera, em sua versão em inglês, veiculou uma reportagem com elogios ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), na qual diz que Lula se tornou “porta-voz do terceiro mundo”. A matéria, feita pela repórter Lucia Newman, do Rio de Janeiro, começa com imagens do filme “Lula, o Filho do Brasil”, e depois afirma que “pela primeira vez em 500 anos, o crescimento econômico (no Brasil) vem acompanhado de redução na desigualdade social”. Tá podendo, o barbudinho!

Durante a reportagem, Lucia Newman foi ao Morro Santa Marta, no Rio, e afirmou que, há um ano, seria impossível ir ao local por causa dos traficantes. “Hoje, eles foram substituídos por médicos, dentistas, músicos. Mais importante, há inclusão social, como parte do projeto social de Lula”, disse.

A reportagem mostra ainda as plataformas da Petrobras, como um exemplo de que a economia brasileira cresceu, apesar da crise econômica mundial, e os laboratórios do governo brasileiro, que produzem remédios contra a Aids.

A repórter também afirma que o Brasil, com o presidente, tem se tornado uma voz importante nas questões globais. A jornalista pergunta, por fim, como será o Brasil sem Lula. Para Newman, é bem provável que, quando a Constituição permitir, daqui a cinco anos, Lula volte a concorrer e seja novamente presidente do Brasil.

No final do ano passado, o presidente barbudinho já havia sido escolhido pelo jornal francês Le Monde como a Personalidade do Ano de 2009, no ano em que o jornal decidiu entregar o prêmio pela primeira vez. Um mês antes, o presidente da Espanha, José Luiz Zapatero, em artigo ao jornal El País, disse que Lula é o ‘homem que assombra o mundo’, e que o petista está se tornando uma referência para os líderes da América Latina.

  •  

Deixe uma Resposta