• Postado por Tiago

Pingo – Os beneficiários do Bolsa Família receberam R$ 12,4 bilhões do governo federal entre janeiro e dezembro de 2009. Segundo dados do Ministério do Desenvolvimento Social, foram 13,8% a mais do que em 2008 (R$ 10,9 bilhões). De acordo com a pasta, o reajuste de 10% nos valores do benefício a partir de setembro e a inclusão de mais 1,3 milhão de famílias no Bolsa Família durante o ano contribuíram para chegar a esse montante. Na semana passada, o ministro Patrus Ananias prometeu a concessão do Bolsa Família aos moradores de rua do país. Assim, para 2010, o universo de beneficiários pode chegar a 60 mil.

Respingo – Com a aproximação do ano eleitoral começam a surgir os “agrados” às classes “menos favorecidas” que, para os “membros da corte”, são também “menos esclarecidas” e subornáveis pelas migalhas bolsistas.

Pingo – VOCÊS SABIAM DO AUXÍLIO-RECLUSÃO?! ( Lei n° 8.213/91 (Plano de Benefícios) e do Decreto n° 3.048/99 (Regulamento da Previdência Social). Todo presidiário com filhos tem uma bolsa que, a partir de 1º/02/2009, é de R$752,12 por filho, para sustentar a família, já que o coitadinho não pode trabalhar para sustentar os filhos por estar preso?! EXEMPLO: ‘Bandido com 5 filhos’, além de comer e beber nas costas de quem trabalha, além de comandar o crime de dentro das prisões, ainda recebe auxílio monetário mensal de R$ 3.760,60! (Portaria nº 48, de 12/2/2009, do INSS).

Respingo – QUE PAÍS É ESSE?! Qual pai de família ‘com 5 filhos’ recebe um salário suado igual ou ao menos pela metade disso?! Pergunta que não quer calar nº 1: Por acaso os filhos do sujeito que foi morto pelo ‘coitadinho que está preso’ recebem uma bolsa de R$ 752,12 por filho, para seu sustento?! Este é mais um dos absurdos que protegem os bandidos, criados pelos mandantes do Brasil… Temos que nos proteger com grades, alarmes e afins, enquanto os bandidos andam livremente pelas ruas, e, ainda com proteção do pessoal dos direitos humanos! Precisamos fazer alguma coisa! É muito, muito descaso com o cidadão trabalhador, que paga por toda esta imoralidade! Temos que acabar com essa pouca vergonha!!!

Pingo – Em discurso durante a inauguração de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), em São Bernardo (SP), o presidente disse que a distribuição de recursos federais deve ser feita de “forma equilibrada” entre Estados e municípios e que não se pode distribuir recursos de acordo com o partido do governante. Para ele, “não se pode deixar de dar comida para um porco porque não gostamos do dono do porco”. Segundo Lula, a proposta das UPAs receberá investimentos de R$ 1 bilhão no estado no ano de 2010.

Respingo – Após reconhecer que apesar dos sete anos de governo petista o povo está na “M….”, agora o Lula compara os brasileiros a porcos que devem ser alimentados pelas verbas oficiais. As grosseiras comparações presidenciais parecem indicar que os elevados índices de aprovação estão embriagando a mente do apedeuta.

Pingo – Desde que foi criada a Comissão de Anistia autorizou o pagamento de cerca de R$ 3 bilhões aos anistiados. Deste valor, somente 0,14% estavam previstos para os agricultores pobres do Araguaia, local onde ocorreram sangrentos combates entre as forças do governo e comuno-revolucionarios. Em julho foram autorizados os pagamentos a outros 44 agricultores num montante de R$ 4,4 milhões e cujos valores não ultrapassam a R$ 140 mil a cada um. O pagamento foi embargado pela justiça.

Respingo – Instalada a celeuma, verificou-se que tais valores são muito diferentes daqueles deferidos a pessoas influentes tais como o jornalista Heitor Cony (1,4 milhão), Ziraldo Alves (R$ 1,2 milhão) e Sergio Jaguaribe, o Jaguar (R$ 1 milhão). Aliás, tudo indica que há muito a cobrança da bolsa-anistia transformou-se em verdadeira ação entre amigos. Por nossa conta, é claro.

Álvaro Brandão

* bacharel em Direito, mestre em Ciência Jurídica, na área de concentração em fundamentos do direito positivo, pela Univali.

  •  

Deixe uma Resposta