• Postado por Tiago

Acabaram os dias de vendedoras de crack pra Hilda Lima da Rosa, 47 anos, e Cristina Lima da Rosa Badia, 22.  Mãe e filha foram presas na noite de terça-feira com uma montoeira de pedras de crack e uma metralhadora de mentirinha.  O negócio de família rolava solto na rua Corupá, no bairro dos Municípios, num dos points da drogalhada de Balneário Camboriú.

Hilda e Cristina foram levadas pra trás das grades, depois de inaugurarem uma ficha na puliça.
  •  

Deixe uma Resposta