• Postado por Tiago

Com uma semana de funcionamento, a balança de pesagem do quilômetro 152 da BR-101, em Itapema, já pegou muito caminhão acima do peso permitido. Foram cerca de 1200 notificações registradas nos primeiros sete dias de funcionamento. A maioria dos brutos foram multados e recolhidos por agentes da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Pelas contas do pessoal da concessionária da BR, a Autopista Litoral Sul, a balança recebe cerca de 4500 veículos por dia. Destes, 3,8% são registrados por estarem com excesso de peso. Nesta primeira semana de operação, todos os pesadões receberam uma caneteada dos agentes e tiveram que sisplicar.

Muitos tiveram que tirar uma grana preta do bolso e readequar os caminhões. Os valores são baseados no peso bruto total (PDT), que demarca o limite de cada modelo de veículo. A multa é de R$ 85,13, somada ao valor dos pesos que varia entre 5,32 pilas e 53,20 contos. O custo das multas mais aplicadas não foi divulgado. Até que o peso seja corrigido e os veículos estejam em condições de transitar, os monstrengos ficam retidos no pátio ao lado da balança.

Pro pessoal da concessionária da BR, a operação da balança é mais que um caça-níquel. A geringonça obriga os caminhões a trafegarem com carga dentro do permitido, fazendo com que a pista fique menos danificada.

  •  

Deixe uma Resposta