• Postado por frandiarinho

Duas sessões do mutirão do júri realizadas na capital resultaram em condenação. Foi a julgamento Fausto Luiz Custódio, acusado do assassinato de Alex da Cunha, o Feijão, por motivos desconhecidos, mas relacionados ao tráfico de drogas. Após 13 horas de sessão, com quatro testemunhas de defesa ouvidas, Custódio foi condenado à pena de 13 anos de jaula. Ele chegou solto e saiu preso do julgamento. O crime rolou no dia 24 de abril de 2005, no Morro do Xeca-Xeca, bairro Agronômica. No segundo júri, Luiz Cláudio Boaventura foi condenado a seis anos de jaula pelo assassinato de Pedro Amorim da Silva. O crime rolou início da madrugada do dia oito de abril de 1999, no bairro Itacorubi.

  •  

Deixe uma Resposta