• Postado por Tiago

Falta de cuidado fez subir pra cinco o número de mortes no feriadão

A bruxa estava solta nas praias da região. Rolaram dois afogamentos com morte em menos de 10 horas. Na noite de sábado um rapaz se afogou no Balneário Piçarras, e horas antes, um tiozinho engoliu água e partiu pra terra dos pés juntos na Palhoça. Uma menina resgatada sábado pelos bombeiros em Floripa morreu ontem. No dia de natal duas outras pessoas já tinham morrido afogadas.

Passava das 19h quando Márcio Closinki, 27 anos, resolveu dar um mergulho no norte da praia das Piçarras, na altura da rua São Ludgero. O povo que estava na areia sentiu falta do coitado e, por telefone, pediu ajuda da polícia militar e dos bombeiros.

Os vermelhinhos vasculharam a praia de um lado pro outro com uma embarcação e nada de encontrar Márcio. Acionaram o avião de rosca da PM de Joinville que sobrevoou a região, que depois de quase uma hora avistou o corpo do banhista boiando na praia de Itajuba, na divisa com Barra Velha. Márcio já tinha engolido muita água e partido pro além.

O corpo passou pela perícia dos técnicos do instituto Médico Legal de Itajaí, que confirmaram a morte por afogamento. Márcio morava em Luis Alves e tinha ido veranear em Piçarras. Foi enterrado ontem, na cidade onde vivia.

Encheu o bucho e foi nadar

Edvaldo José dos Santos, 57 anos, morador do Ribeirão da Ilha, na Grande Floripa, encheu a pança na tarde de sábado e depois resolveu dar um mergulho no mar da praia do Sonho, em Palhoça. Resultado: morreu de congestão.

Os bombeiros informaram que Edvaldo tava curtindo a praia com a família quando aconteceu o acidente. O manezinho teria mergulhado e não voltou mais para a superfície. As braçadas fatais rolaram por volta das 14h30, minutos depois de a vítima ter saído da mesa do almoço.

Menina desconhecida morre no hospital

Também no sábado morreu a menina que se afogou na sexta-feira na praia dos Ingleses. A garota tava internada no hospital Universitário de Florianópolis. Ela chegou a ter uma parada cardíaca logo depois de ser tirada da água pelos bombeiros e estava com o pulmão comprometido. A moça aparenta ter 17 anos e foi levado ao IML da capital. Até ontem seu corpo não tinha sido reconhecido.

  •  

Deixe uma Resposta