• Postado por Tiago

A bandidagem tem apavorado motoristas da Deycon, distribuidora da Philip Morris. Na manhã de ontem, mais um funcionário da empresa foi atacado em Balneário Camboriú. Os vadios simandaram com R$ 25 mil em cigarros. Este foi o terceiro ataque contra a empresa na região, em menos de três dias.

Pelas 10h, um funcionário da empresa, que não teve o nome divulgado, tava na Fiorino, placa MDD 4504, fazendo entregas no centro da Maravilha do Atlântico Sul. Num momento de descuido, foi abordado por dois vagabundos. Pelas informações repassadas pela polícia, os trastes tavam armados e obrigaram o sujeito a guiar o carango até a BR-101.

Na beira da rodovia, no principal acesso de Balneário, os putos mandaram o coitado pular fora do veículo. Embarcaram na boleia e seguiram pela BR em direção ao Itajaí.

Dentro do carango tinha uma porrada de pacotes de cigarros avaliados em cerca de R$ 25 mil. Pra vítima sobrou chamar a puliça. Até o fechamento desta edição, nem o carro ou os trastes tinham sido localizados.

Mais dois

Esta foi a terceira vez em menos de três dias que a empresa Deycon é alvo da bandidagem. Na terça-feira, os caras atacaram o carro da distribuidora da Philip Morris na avenida prefeito José Juvenal Mafra, em Navegantes. O viado obrigou o motora a pilotar até um bairro afastado e fez a limpa na carga, que também tava avaliada em R$ 25 mil.

Na segunda-feira, foi a vez de outro condutor da Deycon ser atacado em Itapema, enquanto fazia uma entrega. Ele teve que dirigir até uma estradinha do alto do morro do Boi, na divisa com Balneário. No assalto, os vadios simandaram com R$ 30 mil em cigarrinhos.

A reportagem do DIARINHO entrou em contato com a gerência da Deycon, em Florianópolis, mas o pessoal não quis comentar os crimes. Apesar do silêncio, a equipe de investigação da polícia civil já tá de olho nos casos e promete enjaular os ladrões de fumo.

  •  

Deixe uma Resposta