• Postado por Tiago

SEGUNDA-PAGINA-11-baleias-em-balneario.jpg

 Fessô da Univali diz que a aparição das baitonas é sinal que tão voltando a ocupar a região

Uma mamãe baleia e seu filhote pintaram ontem de manhã na praia central de Balneário Camboriú. Os bichões resolveram brincar pertinho da areia por mais de quatro horas, e deixaram o povão de boca aberta. Os guarda-vidas tiveram um trabalhão pra garantir que durante a farra, as baitonas não acabassem encalhadas.

No domingo, as baleias já tinham dado o ar da graça pros lados da praia do Pinho. O professor da Univali, André Barreto, que é especialista em cetáceos, deu uma boa bizolhada nas baleias e disse que são da espécie franca, que escolhe as águas do sul da Santa & Bela pra terem seus bebezões, entre os meses de julho e novembro. A mamãe, que já é adulta, pode chegar a 15 metros. Seu nenezinho tem cinco metros de comprimento e pesa uma tonelada.

O fessô comentou que a passadinha das belezuras pela Maravilha do Atlântico é um bom sinal. ?Antigamente, as baleias francas ocupavam todo o litoral do Brasil, até o nordeste, mas foram tão caçadas que desapareceram. A população delas tem aumentado, e tão reocupando as áreas por onde costumavam passar?, contou.

O guarda-vidas civil Dalmiro Coelho, que acompanhou bem de perto a visita das baleias com o jet-ski, diz que elas pareciam bem à vontade nadando no marzão. ?Ficaram das 8h da manhã até o meio-dia bem no centro, brincando. Depois seguiram pra Barra Sul e de lá foram pro alto-mar?, revelou. Já fazia 10 anos que ele não via as grandonas por aqui. ?Da última vez uma encalhou em frente ao hotel Fischer?, lembra.

Pra garantir que as baleias continuem a aparecer pela região, a dica do professor André é admirar as baitonas de longe. ?É um animal selvagem, por mais manso que seja. E como é grande, se dá uma rabada em alguém pode machucar?, disse. O fessô lembra que se trata de uma mamãe com um filhote, e é preciso ter respeito. Além disso, é crime chegar a mais de 100 metros dos bichões com qualquer tipo de embarcação.

Se ninguém afastar as baleias, a promessa é que elas ainda façam muitos espetáculos pra região. ?Elas chegam a deitar de barriga na areia e ficam ali, bem no meio da arrebentação?, contou André.

  •  

Deixe uma Resposta