• Postado por Tiago

INTERNA-ABRE-PAG-22--GuiFerreira2_FotoBasilioRuy

Guilherme representará o estado na elite do surfe mundial

O surfista de Florianópolis, Guilherme Ferreira tá mais feliz do que pinto no lixo. O cara da praia do Campeche foi o grande campeão da segunda etapa do Oakley Santa Catarina Surf Pro, válido pelo circuito catarinense de surfe profissional 2009. Além disso, ganhou de lambuja a vaga barriga-verde na etapa brazuca da elite do surfe mundial, que começa no próximo sábado, em Imbituba, no sul do estado.

Guilherme vai substituir Marco Pólo no Hang Loose Santa Catarina. O campeão estadual está bem colocado no ranking mundial do WQS e preferiu disputar uma etapa nível seis estrelas que vai rolar na próxima semana, na África do Sul. Com isso, a vaga de convidado da federação catarinense foi pra Guilherme, vice-campeão do ano passado.

O manezinho deve ser o adversário do cabeça-de-chave número um em Imbituba, que não será o atual campeão mundial Kelly Slater. O maior ídolo do esporte não começou bem a temporada, só passou uma bateria nas três etapas e amarga uma decepcionante 25ª posição no ranking. Guilherme provavelmente estará na bateria do australiano Joel Parkinson, que venceu duas etapas neste ano e lidera o ranking.

?O Marco Polo representou bem nosso estado em Imbituba em 2008 e está focado em buscar sua classificação para o WCT este ano. Mas o Guilherme Ferreira deve fazer bonito também e no domingo até ganhou a etapa do circuito estadual realizada em Navegantes?, explicou Fred Leite, presidente da federação catarina.

E por falar na disputa nas águas dengo-dengosas, o sábado foi marcado por ondas de até um metro na praia Central e a melhor nota foi de Renan Batalha, um 8,50 na sexta bateria da segunda fase. No domingo as condições do mar melhoraram e quem brilhou foi o manezinho. Guilherme foi constante nas baterias e na final somou 12,6 pontos pra ficar com o título.

Villar campeão no moribug

O Balneário de Ipanema, no litoral do Paraná, recebeu no fim de semana a 1ª etapa do circuito AAUG Saúde Bodyboarding Pro. Foram 80 atletas disputando as categorias amador e profissional, nos dois naipes. E apesar da competição rolar na terra do leite quente, quem se deu bem foi o catarinense Luis Gustavo Villar, de Balneário Camboriú, campeão da profissional. Ele é um dos melhores do mundo na atualidade e não deu chances pros rivais.

Na profi feminino, a melhor foi Akemi Saito, paulista radicada no Rio de Janeiro. Já a amador das minas foi dominada pela paranaense Kelly Tozim, a grande vencedora. Finalizando, na amador dos marmanjos, Juliano Marcelino, do Rio Grande do Sul, levou a melhor.

A próxima etapa do circuito paranaense rola nos dias 10 e 11 de outubro, na praia Brava de Matinhos, no litoral do Paraná.

  •  

Deixe uma Resposta