• Postado por Tiago

A família de Oliveira teve duas baixas em Balneário Camboriú. Pelas 23h de terça-feira, os irmãos Bronzoni de Oliveira: Sedemir, 32 anos, e Cristian, 26, foram enjaulados e acusados de tentar meter um assalto numa casa. Os malacos bateram numa mulé e só não fizeram a limpa na casa porque uns parentes da vítima pegaram os ladrões no pulo.

O crime rolou na rua do batalhão dos milicos. A dupla invadiu uma baiuca da rua México, no bairro das Nações, e deu o atraque na dona que tava por lá. No grito e usando a força do muque, os manos ladrões renderam a coitada e começaram a recolher os trecos de valor. Ela ainda tentou reagir, mas teve o braço torcido pelos pilantras que siaproveitaram da força.

Minutos depois, parentes da vítima chegaram em casa e pegaram os bandidos no flagra. Como foram surpreendidos, os Oliveira siviraram em pernas e saíram correndo pela rua. Um dos donos da casa, fulo da vida com o ataque, correu atrás e gritou aos quatro ventos: “pega ladrão”.

Depois de uma pequena maratona pela rua, os manos nem siligaram que tavam perto do batalhão dos fardados. Quando passaram por lá, os meganhas que estavam de plantão viram o entrevero e guentaram a dupla. Deram o teje preso e levaram os dois pra trás das grades.

  •  

Deixe uma Resposta