• Postado por Tiago

CAPA-ABRE---s---marcilio-dias---unimed---foto-felipe-vt

Unimed, que só tava nas placas, pode estampar a camisa do Marinheiro

Sem grandes contratos de patrocínio como rola com os grandes clubes do estado, o Marcílio Dias pode virar a história em 2010. Precisando de uma boa grana pra tentar saldar parte da dívida que tem hoje, de cerca de seis milhões de reales, o clube vai negociar pra ter o apoio e patrocínio da Unimed Litoral. A divisão da empresa nacional ? considerada a maior cooperativa médica do Brasil e do mundo ? cuida dos serviços no litoral catarinense.

Em meio a festas de final de ano, a diretoria do Marinheiro vai apresentar, em janeiro, um projeto pra Unimed pra ver o que consegue tirar da empresa. ?São só conversas preliminares. Agora em janeiro vamos com os projetos. Ainda não tem valores, a princípio estamos falando em serviços, exames etc., coisa que o clube nunca pagou?, fala o presidente do clube, Abelardo Lunardelli.

Mas, como o clube precisa mesmo de grana, a diretoria marcilista também vai colocar no projeto um pedido de patrocínio em dinheiro. ?Aí vai da aceitação do projeto. Vamos pedir dinheiro também?, diz Abelardo, que deixa no ar a possibilidade de um uniforme do time com o logotipo da Unimed na frente, como principal patrocinador. ?Quem sabe?, solta.

Ajuda pra base

Também em janeiro o Marcílio vai apresentar um projeto igual ao que será exposto à Unimed pro Serviço Municipal de Água, Saneamento Básico e Infraestrutura, o Semasa. ?Também vamos apresentar um projeto pro Semasa, pra base. Queremos que eles sejam nossos parceiros nas categorias de base?, anuncia o doutor. Se der certo, a autarquia voltará a patrocinar o clube. A última vez rolou em 2008, quando estampou sua marca no alto da camisa.

Serviço completo

Se conseguir convencer a galera da saúde a investir no Marcílio, os boleiros terão altas mordomias, já que a Unimed Litoral conta com hospital, centro de diagnóstico, pronto-atendimento 24h e laboratório, tudo em Itajaí e Balneário Camboriú. Ou seja, se algum jogador ficar bichado, o clube vai tá diboa, mandando seus ?craques? se tratarem digrátis.

Presente na capital

A Unimed, que injeta milhões e milhões de reales nos cofres do Fluminense há 10 anos, também tá presente nos dois times da capital. Mas no Avaí e no Figueirense quem os apoia é a divisão da empresa na Grande Florianópolis. No alvinegro, por exemplo, a parceria existe desde 2000. Além de estampar o uniforme do time, a empresa atende o clube através do plano de saúde aos atletas profissionais e da base do alvinegro.

  •  

Deixe uma Resposta